A promessa era de que seriam, no máximo, 20 pessoas — o limite permitido para ajuntamentos por causa da pandemia do novo coronavírus. Mas apareceram “umas boas dezenas, perto de uma centena”, ao que sabe até ao momento o presidente da Câmara Municipal de Lagos. O salão do Clube Desportivo de Odiáxere, no concelho, foi alugado para uma festa que nada tinha a ver com desporto. Um aniversário, foi a garantia dada à presidente do clube, que chegou mesmo a ver o bolo. As velas, porém, ficaram por soprar.

A GNR acabou com a celebração quatro horas depois de ter começado, na sequência de uma denúncia. Mas foi o suficiente para que o encontro originasse um novo foco de infeção: 16 infetados até agora, entre eles duas crianças. Entre os que ficaram doentes, dois adultos estão internados. Já foram testadas dezenas de pessoas, entre o grupo que se juntou na festa e familiares ou contactos mais próximos dessas pessoas. Mas há ainda resultados pendentes e os números podem continuar a subir, à medida que são feitos os rastreios.

Covid-19. Sobe para 16 número de infetados com ligação a festa ilegal em Lagos

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.