Não se deixe apanhar. Descubra os únicos 55 fundos que valem a pena

20 Janeiro 2016166

Os bancos inundam o mercado com produtos pouco interessantes. Em cada 60 fundos, 59 não merecem o seu dinheiro. O Observador analisou 3.349 fundos para que não se afogue em tanta oferta.

O que deve saber antes de seguir as nossas recomendações

É difícil deslindar os melhores fundos de investimento para aplicar o dinheiro. Atualmente, os bancos oferecem no retalho 3.349 produtos diferentes, mostram os dados compilados pelo Observador. Todavia, isso não impede que os montantes aplicados continuem a crescer. As últimas informações oficiais apontam para que a indústria dos fundos de investimento abranja quase 26 mil milhões de euros.

Para ajudar os seus leitores a elegerem os melhores, o Observador analisou todos os fundos mobiliários disponibilizados aos pequenos investidores pela banca a operar em Portugal. Elegemos o melhor fundo em cada uma das 55 categorias de fundos descritas em baixo.

Quem tem mais fundos?

Há sete bancos que oferecem mais de uma centena de fundos aos seus clientes. É natural que sejam também os que têm o maior número de fundos recomendados pelo Observador.

Número de fundos recomendados pelo Observador (total de fundos comercializados)

Banco Best  41 (2.673)
ActivoBank  13 (728)
Banco Big  11 (1.074)
Banco Invest  10 (907)
Deutsche Bank  10 (562)
Barclays  3 (587)
Millennium bcp  2 (133)

Fonte: bancos, Observador.

Para dar alternativa a quem não tem acesso ao fundo favorito do Observador, escolhemos, também em cada categoria, mais dois a sete fundos que também se classificaram bem pelas regras que definimos. São as nossas segundas escolhas.

As recomendações baseiam-se nos dados históricos de cada um dos fundos. É pouco provável que encontre o fundo que será o mais rentável de 2016 entre os 55 preferidos do Observador, como aconteceu em 2015. Apesar de as recomendações do ano passado terem batido a concorrência em 3,86 pontos percentuais, muitos estudos académicos mostram que usar apenas a informação histórica de fundos não permite identificar os futuros vencedores.

Pode saber mais sobre os nossos critérios no final do artigo, em “Como o Observador escolheu os melhores fundos”.

Doze fundos mantêm-se como as melhores escolhas:

  1. Vontobel US Equity C USD,
  2. Neuberger Berman China Equity USD A,
  3. Jupiter New Europe L GBP,
  4. Threadneedle Global Energy Equities DU,
  5. Vontobel Clean Technology B EUR,
  6. Vontobel Emerging Markets Equity C USD,
  7. MFS Meridian European Smaller Companies A1EUR,
  8. NN (L) Asian Debt (Hard Currency) X Cap USD,
  9. Credit Suisse High Yield USD Bond B USD,
  10. NB Rendimento Plus,
  11. JPMorgan US Bond D USD,
  12. Vontobel US Dollar Money B USD.

Muitas outros fundos preferidos na lista de 2015 passam agora a ser alternativas.

Embora recomendemos um fundo por categoria, não deve investir em todos. Nem todas as categorias fazem sentido neste momento – ou em algum momento. As categorias a adicionar à sua carteira dependem principalmente do seu perfil de investidor.

Todos os fundos escolhidos estão isentos de comissão de subscrição e de resgate, exceto quando assinalado em contrário.

Fundos de ações da América do Norte

É a partir de Nova Iorque que a dupla de gestores Matthew Benkendorf e Edwin D. Walczak procuram ações norte-americanas subavaliadas para a carteira do Vontobel US Equity C USD, o melhor fundo da categoria. No início de 2016, a tabaqueira Altria, a Alphabet (que substituiu a Google) e a Visa lideravam a cerca de meia centena de empresas selecionadas pela equipa. Os setores dos bens de consumo, das tecnologias de informação e da saúde são os privilegiados.

Benkendorf e Walczak são claros quando dizem que, ao contrário da maioria dos gestores de ações norte-americanas, não se guiam por um índice bolsista. É talvez por isso que o Vontobel US Equity C USD apresentou a segunda mais baixa volatilidade nos últimos cinco anos. Apesar disso, não se afastaram dos lugares de topo nas rentabilidades.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0133085943 T. Rowe Price US Blue Chip Equity A USD 16,89% 21,10% 15,38% 7,23% 6 Banco Best
LU0225744001 Morgan Stanley US Advantage B 15,86% 18,22% 13,52% 6,87% 5 ActivoBank, Banco Best
LU0429319345 T. Rowe Price US Large Cap Equity A USD 13,27% 18,33% 13,30% 5 Banco Best
LU0137005913 Vontobel US Equity C USD 12,74% 15,54% 13,40% 5 Banco Best
LU0347184318 Pioneer US Fundamental Growth C EUR 11,45% 16,98% 13,06% 6 Banco Best
LU0347184409 Pioneer US Fundamental Growth C USD 11,42% 17,01% 12,98% 6 Banco Big
LU0065004045 Goldman Sachs US CORE Equity Portfolio Base (Snap) 6,85% 17,42% 13,04% 4,66% 5 Banco BPI
IE0033609722 Axa Rosenberg US Enhanced Index Equity Alpha B 6,81% 16,31% 12,92% 6 Banco Best, Banco Big

Fundos de ações da América Latina

O desempenho de Devan Kaloo, o líder da equipa responsável pelo fundo Aberdeen Latin American Equity A-2 USD, deve ter agradado aos responsável da sociedade gestora escocesa. Em julho passado, foi promovido de diretor da área de ações de mercados emergentes para diretor de toda a área acionista. Mesmo assim, Kaloo mantém-se à frente da gestão do melhor fundo de ações da América Latina.

Apesar de desempenhos negativos nos últimos cinco anos, o Aberdeen Latin American Equity A-2 USD foi o que menos perdeu nesse período entre os 29 fundos de ações latino-americanas.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0396314238 Aberdeen Latin American Equity A-2 USD -22,66% -15,69% -9,20% 6 Banco Best
LU0117896174 JPMorgan Latin America Equity D USD -23,63% -13,63% -10,38% 0,97% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Barclays
LU0309468980 Nordea 1 Latin American Equity E EUR -24,57% -13,88% -10,21% 6 Banco Best, Banco Big, Banco Invest

Fundos de ações da Ásia

Além de procurarem ganhar dinheiro, Robin Parbrook e King Fuei Lee têm outro objetivo na gestão do Schroder Asian Total Return USD B: proporcionar uma volatilidade mais baixa. E conseguiram, porque este foi o fundo de ações da Ásia menos volátil e o segundo mais rentável nos últimos cinco anos.

Cerca de um terço da carteira está aplicada em sociedades de Hong Kong. As nações que se seguem na lista de preferências dos gestores são Taiwan, China e Índia.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0348784397 Allianz Oriental Income AT USD 7,54% 8,39% 5,26% 3,72% 6 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0326949004 Schroder Asian Total Return USD B 5,20% 6,39% 6,20% 5 Banco Invest
LU0188439946 Schroder Asian Equity Yield USD I 2,01% 4,98% 6,62% 6,63% 6 Deutsche Bank

Fundos de ações da Ásia e do Pacífico

Foi pela mãe do Banco Big que a sociedade gestora sul-coreana Mirae Asset se estreou em Portugal em 2015. O Mirae Asia Pacific Equity A USD é o fundo que se destaca.

O indiano Rahul Chadha, que trabalha em Hong Kong, procura ações pela Ásia e pelo Pacífico, mas exclui o Japão das suas buscas. As sociedades chinesas e indianas absorvem 40% da carteira do Mirae Asia Pacific Equity A USD, mas muitos outros países estão presentes nas aplicações, como a Austrália, a Coreia do Sul, a Indonésia e as Filipinas.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0336300933 Mirae Asia Pacific Equity A EUR 5,15% 9,21% 5,39% 6 Banco Big
LU0336300859 Mirae Asia Pacific Equity A USD 4,98% 9,28% 5,41% 6 Banco Big
LU0205439572 Fidelity Asia Pacific Dividend A USD 3,06% 6,17% 4,55% 5,41% 6 Banco Best, Banco Big

Fundos de ações da China

O Neuberger Berman China Equity USD A volta a merecer a eleição pelo Observador como o melhor fundo de ações da China. Ao contrário do que aconteceu em 2014, os gestores Frank Yao e Lihui Tang não se colocaram no topo das rentabilidades em 2015. Conseguiram o sétimo lugar entre 58 fundos, mas mantiveram o fundo entre os menos voláteis.

No início de 2016, Frank Yao defendeu que a elevada volatilidade das bolsas chinesas – que têm arrastado os mercados mundiais – são, na verdade, oportunidades para fazer bons investimentos. O especialista não espera “o fim da volatilidade – nem das oportunidades”.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0067412154 UBS EF China Opportunity (USD) P 20,96% 17,16% 7,28% 5,35% 6 ActivoBank, Banco Best
IE00B543WZ88 Neuberger Berman China Equity USD A 8,76% 11,81% 8,04% 6 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0048580855 Fidelity Greater China A USD 5,39% 9,39% 5,51% 7,78% 6 Deutsche Bank

Fundos de ações da Coreia do Sul

Meeyoung Kim apenas lidera o Fidelity Korea A USD desde novembro de 2014, mas o resultado obtido em 2015 quase duplicou a segunda melhor marca do ano, do Templeton Korea N USD.

Os principais títulos da carteira do Fidelity Korea A USD são grandes nomes da indústria sul-coreana: Samsung Electronics, Hyundai Motor e LG Chemical.

Para alguns investidores, o Fidelity Korea A USD tem uma desvantagem: pode distribuir rendimentos. O Templeton Korea N USD é a melhor alternativa.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0061324488 Fidelity Korea A USD 8,18% 2,06% 0,19% 1,56% 6 ActivoBank, Banco Best, Deutsche Bank
LU0188151509 Templeton Korea N USD 4,53% 0,88% -1,24% -0,84% 7 Banco Best, Banco Big, Barclays
LU0195148464 Schroder Korean Equity USD B 2,09% -0,74% -1,63% 0,10% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank

Fundos de ações da Europa

A partir dos escritórios da MFS em Londres, os quatro gestores do MFS Meridian European Value A1USD – Benjamin Stone, Pablo de la Mata, Ben Kottler e Gabrielle Gourgey – procuram empresas europeias subavaliadas, independentemente da sua dimensão. Os especialistas seguem uma estratégia de investimento no contrário, procurando minimizar o risco de perdas.

O MFS Meridian European Value A1USD está bem diversificado geograficamente, como demonstram as cinco maiores posições do fundo no início do ano: a suíça Nestlé, a britânica Reckitt Benckiser, a francesa Danone, a alemã Henkel e a holandesa Heineken.

Se quiser investir num fundo cotado em euros e não dólares, opte pelo mesmo fundo na versão em euros: MFS Meridian European Value A1EUR.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0260085492 Jupiter European Growth L EUR 21,45% 15,34% 11,27% 8,47% 6 Banco Best, Banco Big
LU0329190499 Jupiter European Growth L GBP 20,72% 14,96% 11,00% 6 Banco Best
LU0154235443 BlackRock European Special Situations E2 EUR 18,11% 12,56% 9,76% 6,77% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank
LU0153585210 Vontobel European Equity C EUR 12,23% 7,74% 8,52% 5 Banco Best, Banco Big
GB0002771169 Threadneedle European Select Retail Net EUR 12,07% 11,70% 10,26% 6,28% 6 Banco Best, Banco Big
LU0219440764 MFS Meridian European Value A1USD 11,43% 11,75% 9,98% 6,16% 5 Banco Best
LU0125951151 MFS Meridian European Value A1EUR 10,62% 11,72% 9,71% 6,12% 5 Banco Best
LU0119753308 Invesco Pan European Structured Equity E EUR 10,14% 11,84% 9,44% 6,27% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest

Fundos de ações da Europa emergente

A Rússia é o principal alvo de investimento do Jupiter New Europe L GBP. Cerca de metade da carteira do fundo está aplicada em ações dessa nação, como as da Lukoil, do Sberbank e da Gazprom. No entanto, o gestor Colin Croft pode investir em toda a Europa central e de leste e, até, nas antigas repúblicas soviéticas. A seguir à Rússia surge a Turquia, a Polónia, a Roménia e a Hungria na lista dos destinos de investimento.

O Jupiter New Europe L GBP distribui rendimento periódicos aos subscritores. Se quiser evitar dividendos, optando pela capitalização dos ganhos, escolha o Schroder Emerging Europe EUR B.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0106824104 Schroder Emerging Europe EUR B (dist.) 0,63% -6,35% -3,67% -0,20% 6 Banco Best
LU0106819104 Schroder Emerging Europe EUR B 0,61% -6,37% -3,68% -0,19% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank
LU0300038451 Jupiter New Europe L GBP 0,59% 20,85% 9,64% 6 Banco Best

Fundos de ações da Índia

Apesar de 2015 ter sido um ano difícil para os mercados emergentes, as bolsas da Índia deram razões para sorrir a muitos investidores. Em média, os fundos de ações indianas renderam 6,12%, mas o Goldman Sachs India Equity Portfolio E avançou 10,03%.

A equipa da sociedade gestora do banco Goldman Saches está a favorece agora os setores financeiros (como as ações do HDFC Bank), da informática (Infosys e Cognizant Technology Solutions, por exemplo) e da saúde (tal como a Aurobindo Pharma). Cada um destes setores consome mais de 15% dos capitais do fundo.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0365089902 Jupiter India Select L USD 13,64% 13,32% 5,10% 7,58% 6 Banco Best
LU0333810850 Goldman Sachs India Equity Portfolio E 10,03% 14,89% 7,64% 6 Banco Best, Banco Invest
LU0231490524 Aberdeen Indian Equity A-2 USD 4,91% 11,94% 5,20% 8,12% 6 Banco Best

Fundos de ações da Rússia

Os fundos que investem nas bolsas russas perderam, em média, 10% por ano desde o início de 2011. O sueco Dan Fredrikson, especialista da Alfred Berg, uma unidade do BNP Paribas Investment Partners, foi o que menos perdeu. O Parvest Equity Russia Opportunities Classic desvalorizou 7,11% por ano nos últimos cinco anos, embora Fredrikson seja o responsável pelo fundo apenas desde 2013.

Fredrikson está a refugiar-se da queda do preço do petróleo investindo em empresas exportadoras e sociedades focadas no consumo interno.

O Deutsche Bank, que comercializa em exclusivo o Parvest Equity Russia Opportunities Classic na banca de retalho, cobra uma comissão de subscrição de 2%. Se quiser evitar essa comissão, selecione a versão N do mesmo fundo ou o Parvest Equity Russia N, que também é administrado por Dan Fredrikson.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0823432454 Parvest Equity Russia N 13,48% -8,01% -7,84% 6 Banco Best
LU0265268689 Parvest Equity Russia Opportunities Classic* 12,43% -6,68% -7,11% 6 Deutsche Bank
LU0265268929 Parvest Equity Russia Opportunities N 11,81% -7,38% -7,80% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Deutsche Bank
*Tem uma comissão de subscrição de 2%.

Fundos de ações da zona euro

Nicholas Sheridan já geria fundos desde 1989 quando a sociedade gestora Henderson comprou a New Star, mas meteve-se ao leme do fundo que se chama agora Henderson Horizon Euroland A2 EUR. No último quinquénio, os investimentos de Sheridan renderam 10,75% por ano, o valor mais alto entre os fundos de ações da zona euro.

No início de dezembro, Nicholas Sheridan tinha o dinheiro do fundo distribuído por cerca de meia centena de ações de um dezena de países, incluindo um investimento muito marginal (0,8% da carteira) em Portugal. França, Alemanha e Países Baixos recebiam mais investimentos do gestor.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0256840793 Allianz Euroland Equity Growth CT EUR 13,93% 9,48% 8,68% 6 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0011889846 Henderson Horizon Euroland A2 EUR 11,96% 13,87% 10,75% 3,79% 6 Banco Best, Banco Big
LU0106235293 Schroder Euro Equity A 9,89% 10,82% 7,67% 2,97% 6 Deutsche Bank

Fundos de ações de África

Investir em ações africanas ainda está por provar que é rentável no longo prazo. Os fundos especializados apresentam rentabilidades negativas a cinco anos. O JPMorgan Africa Equity A EUR tem sido o melhor do grupo, mas perdeu 2,74% por cada um dos últimos cinco anos.

Desde o verão passado que Sonal Tanna, a especialista em mercados emergentes da sociedade gestora JPMorgan Asset Management, conta com o apoio de Pandora Omaset na administração do JPMorgan Africa Equity. No início de dezembro passado, mais de metade da carteira estava em empresas da África do Sul. Nigéria e Quénia eram os outros mercados mais importantes.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0355584979 JPMorgan Africa Equity A EUR -20,00% -4,03% -2,74% 6 Deutsche Bank
LU0355585513 JPMorgan Africa Equity D EUR -20,61% -4,68% -3,44% 6 Banco Best, Barclays
LU0355585430 JPMorgan Africa Equity D USD -20,66% -4,68% -3,45% 6 Banco Best, Barclays

Fundos de ações de empresas mundiais de agricultura

Bryan Agbabian investe nos temas ligados à agricultura. Apesar de ser global, o Allianz Global Agricultural Trends AT EUR, o fundo que lidera, concentra cerca de três quarto da carteira nas bolsas norte-americanas. A Tyson Foods, o maior processador de carnes dos Estados Unidos da América, a Monsanto, a maior companhia de sementes, e a Pilgrim’s Pride, a segunda maior aviária norte-americana, são as maiores apostas.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0342688941 Allianz Global Agricultural Trends AT EUR 1,25% 6,61% 3,48% 6 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0347595372 Amundi Equity Global Agriculture SU -3,17% 5,47% 2,24% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0496654822 BlackRock World Agriculture E2 EUR -4,66% 3,47% 1,40% 6 Banco Best, Banco Invest, Barclays

Fundos de ações de empresas mundiais de biotecnologia

O setor da biotecnologia foi o que mais rendeu aos investidores portugueses na última década e, nesta área, o Candriam Equities L Biotechnology N é o melhor. Entre os 3.349 fundos disponíveis aos aforradores portugueses, este foi o mais rentável nos últimos três anos, cinco anos e dez anos. O ganho da última década ultrapassa os 300%.

Nove em cada dez euros do Candriam Equities L Biotechnology N estão investidos nos Estados Unidos da América. Rudi Van den Eynde, que lidera o fundo, colocou a Biogen, a Celgene e a Gilead Sciences no topo da carteira.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0133359157 Candriam Equities L Biotechnology N 14,29% 33,12% 25,31% 14,96% 6 Banco Best
LU0122613499 Franklin Biotechnology Discovery N USD 11,51% 31,32% 24,84% 12,06% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Barclays
LU0069152568 UBS EF Biotech (USD) P 9,44% 30,46% 24,04% 12,53% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco BPI

Fundos de ações de empresas mundiais de energia

O Threadneedle Global Energy Equities DU continua a ser o fundo favorito do Observador para investir no setor das companhias energéticas.

O gestor Jonathan Mogil aposta agora primeiramente nas grandes companhias petrolíferas, como a Exxon Mobil, a BP, Royal Dutch Shell e a Chevron. Os Estados Unidos da América consomem 63% das disponibilidades financeiras do fundo.

A queda do preço do petróleo afetou o desempenho da categoria. O Threadneedle Global Energy Equities DU gerou prejuízos nos principais prazos até uma década.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0332193340 NN (L) Invest Energy X Cap EUR -11,89% -3,14% -3,80% 6 Banco Best, Banco Big
LU0121175821 NN (L) Invest Energy X Cap USD -11,95% -3,14% -3,89% -1,07% 6 Banco Best, Banco Big
LU0143868825 Threadneedle Global Energy Equities DU -15,02% -2,61% -3,16% -0,93% 6 Banco Best

Fundos de ações de empresas mundiais de finanças

Quem quiser apostar na valorização das sociedades financeiras, o Fidelity Global Financial Services A EUR, liderado por Sotiris Boutsis, é a melhor escolha. Este fundo distribui dividendos periódicos. Os investidores que os queiram capitalizados devem optar pelo Fidelity Global Financial Services E EUR.

Em dezembro, os três títulos mais relevantes na carteira do Fidelity Global Financial Services eram dos bancos JPMorgan, Citigroup e UBS. Os Estados Unidos da América representavam 43,5% da carteira do fundo.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0114722498 Fidelity Global Financial Services A EUR 9,58% 12,35% 8,13% 2,68% 6 Deutsche Bank
LU0114722738 Fidelity Global Financial Services E EUR 8,97% 11,68% 7,48% 2,09% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank
LU0262307720 Jupiter Global Financials L USD 8,84% 12,23% 7,05% 6 Banco Best, Banco Big

Fundos de ações de empresas mundiais de imobiliário

Em abril de 2015, Nina Jones substituiu David Lee como gestora do fundo T. Rowe Price Global Real Estate Securities A USD, que investe em empresas imobiliárias de todo o mundo. No entanto, David Lee manteve na sociedade gestora T. Rowe Price. É agora um dos membros do comité de investimento sobre ações de empresas com ativos reais. Por isso, Jones pode ainda contar com os conhecimentos do anterior gestor que foi responsável por colocar o fundo no topo da categoria.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0382932068 T. Rowe Price Global Real Estate Securities A USD 7,79% 8,67% 8,18% 5 Banco Best
LU0237699995 Fidelity Global Property E EUR 5,53% 8,81% 7,42% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank
LU0367026050 Invesco Global Income Real Estate Securities E EUR 5,43% 6,52% 5,95% 4 Banco Best, Banco Big, Banco Invest

Fundos de ações de empresas mundiais de ouro e metais preciosos

A queda da cotação e o aumento da volatilidade do ouro nos mercados internacionais tem reflexos diretos na evolução dos fundos de ações de empresas mineiras. Esta é a categoria de fundos mais volátil. O BlackRock World Gold A2 USD, o melhor fundo da categoria, insere-se na sétima classe de risco, a mais alta.

Evy Hambro e Tom Holl gerem tanto o BlackRock World Gold A2 USD como a versão E2 USD. Outra alternativa recomendada é o Invesco Gold & Precious Metals E EUR.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0055631609 BlackRock World Gold A2 USD -13,01% -22,41% -18,63% -3,34% 7 Deutsche Bank
LU0090841262 BlackRock World Gold E2 USD* -13,42% -22,79% -19,03% -3,82% 7 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco BPI, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank, Millennium bcp
LU0503253931 Invesco Gold & Precious Metals E EUR -17,20% -22,67% -19,52% 7 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
*O Millennium bcp cobra uma comissão de subscrição de 1%.

Fundos de ações de empresas mundiais de recursos naturais

O gestor Paul Buchwitz da Deutsche Asset Management investe nos setores dos recursos naturais, mas não em todos. O fundo Deutsche Invest I New Resources LC aposta exclusivamente em firmas que atuem nos recursos hídricos, nos agro-químicos e nas energias renováveis ou alternativas. No topo das suas escolhas estão os títulos da AO Smith, especialista em tecnologias de água, da Veolia Environnement, a maior companhia mundial de fornecimento de água, e da Danaher, produtor, entre outras coisas, de filtros de água.

O Deutsche Invest I New Resources LC tem uma comissão de subscrição de 2% que pode ser evitada optando pela versão NC do mesmo fundo ou pelo T. Rowe Price Global Natural Resources Equity A USD.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0237014641 Deutsche Invest I New Resources LC* 10,04% 8,36% 3,31% 6 Deutsche Bank
LU0237015457 Deutsche Invest I New Resources NC 9,47% 7,77% 2,76% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Deutsche Bank
LU0272423673 T. Rowe Price Global Natural Resources Equity A USD -11,11% 0,52% -2,69% 6 Banco Best
*Tem uma comissão de subscrição de 2%.

Fundos de ações de empresas mundiais de saúde

Paul Vrouwes, um dos quatro responsáveis pelo fundo NN (L) Invest Health Care X Cap EUR, é o especialista setorial da NN Investment Partners. Para este fundo procura as melhores ações mundiais no negócio dos cuidados de saúde. Johnson & Johnson, Novartis, Pfizer e Gilead Sciences era as maiores apostas no início de 2016.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0341736642 NN (L) Invest Health Care X Cap EUR 12,86% 20,62% 16,98% 6,55% 5 Banco Best, Banco Big
LU0121188642 NN (L) Invest Health Care X Cap USD 12,83% 20,65% 16,43% 5,32% 5 Banco Best, Banco Big
LU0432979614 JPMorgan Global Healthcare A USD 9,89% 26,72% 22,25% 10,16% 6 Finantia

Fundos de ações de empresas mundiais de tecnologia

Tal como os anteriores fundos recomendados da Fidelity, o Fidelity Global Technology A EUR também pode distribuir dividendos aos subscritores. No entanto, a versão sem dividendos, o Fidelity Global Technology E EUR, não é a melhor alternativa. É o Henderson Horizon Global Technology A2 USD que recebe esse título.

Hyunho Sohn, que gere o fundo da Fidelity, procurar identificar “empresas de boa qualidade com perspectivas de crescimento sustentável e negociadas a valorização atractivas”. No início de dezembro, as ações da Alphabet (que substituiu a Google na bolsa), da Cisco Systems e da Apple ocupavam os lugares cimeiros da carteira do fundo. Mais de 70% do património estava aplicado nos Estados Unidos da América.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0099574567 Fidelity Global Technology A EUR 15,47% 19,75% 12,20% 7,05% 6 Deutsche Bank
LU0209158467 Henderson Horizon Global Technology A1 USD 11,44% 15,57% 10,89% 6 Banco Best
LU0070992663 Henderson Horizon Global Technology A2 USD 11,41% 15,56% 10,89% 7,45% 6 Banco Best, Banco Big

Fundos de ações de empresas mundiais do meio ambiente e do clima

Pascal Dudle lidera o Vontobel Clean Technology B EUR, o fundo favorito para investir nas tendências do meio ambiente e do clima, desde 2012. É exatamente desde então que este produto se destaca ao nível dos retornos oferecidos aos investidores. Antes de ingressar na Vontobel, em Zurique, Dudle geriu na Swiss Re durante uma década carteiras dedicadas também às energias limpas.

Embora a sua indústria favorita seja a da água (a distribuidora norte-americana Aqua America absorve 3,4% do fundo, por exemplo), a maior aposta de Pascal Duddle é na First Solar, o maior fabricante de painéis solares dos Estados Unidos da América. Este país é o principal destino das aplicações do Vontobel Clean Technology B EUR, seguido pela Alemanha, pelo Japão e pelos Países Baixos.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0384405600 Vontobel Clean Technology B EUR 10,09% 13,48% 7,76% 6 Banco Best
LU0231118026 Jupiter Global Ecology Growth L EUR 5,72% 10,42% 5,85% 2,86% 6 Banco Best, Banco Big
LU0300038618 Jupiter Global Ecology Growth L USD 5,60% 10,54% 5,87% 6 Banco Best, Banco Big

Fundos de ações de empresas mundiais socialmente responsáveis

Após a sua última licença de maternidade, a gestora Sophie Horsfall, que liderava o F&C Responsible Global Equity A EUR desde o início, decidiu não regressar para o leme deste fundo ético. Quem está agora a decidir o futuro do fundo são os gestores Alice Evans e Jamie Jenkins.

No último dia útil de janeiro de cada ano, o F&C Responsible Global Equity A EUR distribui rendimentos aos subscritores. Quem quiser evitar a distribuição dos ganhos, de modo a capitalizá-los, deve optar pelo NN (L) Invest Sustainable Equity X Cap EUR ou pelo Candriam Equities L Sustainable World N.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0234759529 F&C Responsible Global Equity A EUR 10,44% 12,48% 8,26% 5 ActivoBank, Banco Best
LU0121204431 NN (L) Invest Sustainable Equity X Cap EUR 6,23% 10,16% 7,19% 3,27% 5 Banco Best, Banco Big
LU0133360320 Candriam Equities L Sustainable World N 5,37% 10,93% 8,05% 2,21% 5 Banco Best

Fundos de ações de mercados emergentes

Foi um ano difícil para os fundos de ações de mercados emergentes: em 2015, perderam, em média, 7,23%. O Vontobel Emerging Markets Equity C USD, a escolha do Observador nesta categoria pelo segundo ano consecutivo, conseguiu um magro desempenho positivo de 0,30%.

Há quase duas décadas que Rajiv Jain oferece elevados retornos aos subscritores dos fundos da Vontobel. Francesco Paganelli, analista da agência de avaliação de fundos Morningstar, diz que o que mais surpreende é o perfil de risco inferior aos gestores concorrentes. De facto, o Vontobel Emerging Markets Equity C USD, que só viu a luz do dia em 2007, apresenta a volatilidade mais baixa entre 59 fundos de ações de mercados emergentes com mais de cinco anos.

Metade das empresas na carteira do fundo da Vontobel têm sede na Índia, Reino Unido e México. Apesar de o Reino Unido não ser um mercado emergente, Rajiv pode investir em companhias localizadas nos países mais desenvolvidos desde que a maioria das suas atividades sejam conduzidas nas nações em desenvolvimento. É por isso que a tabaqueira British American Tobacco pode ser a maior aposta do gestor.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0048575426 Fidelity Emerging Markets A USD 2,65% 5,59% 2,98% 4,22% 6 Deutsche Bank
LU0115763970 Fidelity Emerging Markets E EUR 2,14% 4,97% 2,42% 3,59% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank
LU0137006218 Vontobel Emerging Markets Equity C USD 0,30% 1,51% 3,12% 5 Banco Best, Banco Big

Fundos de ações de PME da América do Norte

Os três gestores do T. Rowe Price US Smaller Companies Equity A USD – Frank Alonso, Gregory McCrickard e Preston Athey – tem uma experiência combinada nos investimentos de 84 anos. Juntos procuram as melhores ações de empresas de pequenas sociedades cotadas nos Estados Unidos da América.

O fundo da T. Rowe Price tem normalmente mais de duas centenas de títulos na carteira. No topo do património estão empresas pouco conhecidas dos investidores portugueses, como a Tile Shop, uma retalhista especializada em pavimentos.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0205193807 Schroder US Small & Mid-Cap Equity USD C 8,75% 17,13% 11,34% 7,24% 6 Deutsche Bank
LU0205193047 Schroder US Small & Mid-Cap Equity USD A 8,27% 16,54% 10,74% 6,64% 6 Deutsche Bank
LU0133096635 T. Rowe Price US Smaller Companies Equity A USD 6,50% 17,16% 12,89% 7,19% 6 Banco Best

Fundos de ações de PME da Ásia

Se a empresa for asiática ou tiver uma fatia importante do negócio na Ásia, excluindo o Japão, Elina Fung e Alex Kwan, os gestores do HSBC Asia ex Japan Equity Smaller Companies AC, podem avaliá-la para um investimento se o seu valor de mercado for inferior a dois mil milhões de dólares (1,8 mil milhões de euros).

Dificilmente os investidores portugueses reconhecem os nomes das firmas eleitas pela dupla do HSBC. No topo das compras estão empresas como o China High Speed Transmission Equipment Group, o Nexteer Automotive Group (cotado em Hong Kong) e a companhia de seguros Dongbu.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0164939612 HSBC Asia ex Japan Equity Smaller Companies AC 8,69% 14,02% 7,50% 6 Banco Best
LU0227179958 Schroder Asian Smaller Companies USD B 8,44% 11,59% 5,59% 5,44% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays
LU0164870239 HSBC Asia ex Japan Equity Smaller Companies EC 8,29% 13,56% 7,08% 6 Banco Big

Fundos de ações de PME da Europa

Peter Fruzzetti e Gabrielle Gourgey procuram pequenas e médias empresas europeias com negócios sustentáveis de elevada qualidade. Foi assim que compraram para o topo da carteira do MFS Meridian European Smaller Companies A1EUR os títulos das britânicas Bunzl e Compass Group e da alemã Symrise. São apenas as três principais ações entre 173 investimentos anunciados no final de dezembro.

Os gestores focam-se no risco de perda das suas apostas, o que se nota na volatilidade do fundo. Foi o segundo menos volátil nos últimos cinco anos na categoria de 33 fundos de ações de pequenas e médias empresas europeias.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0219440681 MFS Meridian European Smaller Companies A1USD 16,56% 14,37% 12,93% 9,11% 5 Banco Best
LU0125944966 MFS Meridian European Smaller Companies A1EUR 15,68% 14,34% 12,63% 9,05% 6 Banco Best
LU0207432559 F&C European Small Cap A EUR 14,08% 15,69% 13,46% 6,47% 6 ActivoBank, Banco Best

Fundos de ações de PME do Japão

Foi o fundo de ações de pequenas e médias empresas japonesas que menos aproveitou a alta da bolsa japonesa em 2015. O Aberdeen Japanese Smaller Companies A-2 Base Currency Exposure EUR rendeu 5,99%, quase um terço da média dos fundos desta categoria. No entanto, nos últimos cinco anos, este foi o melhor fundo ao ganhar 14,43%. Além disso, é o único que se integra na quinta classe de risco. Todos os concorrentes são mais voláteis.

A carteira do Aberdeen Japanese Smaller Companies A-2 Base Currency Exposure EUR está pejada de títulos de empresas desconhecidas da maioria dos portugueses. No início do ano, as principais participações eram no produtor de produtos de beleza Mandom, do fabricante de maquinaria Amada e do fornecedor de produtos para bebé Pigeon. Se prefirar aplicar o dinheiro no Japão sem cobertura cambial, opte pelo Aberdeen Japanese Smaller Companies A-2 JPY.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0011890265 Henderson Horizon Japanese Smaller Companies A2 USD 21,84% 18,55% 11,98% 3,69% 6 Banco Best, Banco Big
LU0278936439 Aberdeen Japanese Smaller Companies A-2 JPY 15,01% 16,38% 11,59% 6 Banco Best
LU0476877054 Aberdeen Japanese Smaller Companies A-2 Base Currency Exposure EUR 5,99% 19,78% 14,43% 5 Banco Best

Fundos de ações de PME do mundo

É, de longe, o melhor fundo de ações de pequenas e médias empresas mundiais. O Goldman Sachs Global Small Cap CORE Equity Portfolio E Close pode não ser o fundo menos volátil do grupo (é o Franklin Global Small-Mid Cap Growth N USD), mas tem mantido as rentabilidades acima da maioria da concorrência.

A carteira do fundo está dispersa por mais de 500 ações diferentes espalhadas por todo o mundo. Apesar de quase dois terços da carteira estar aplicada nos Estados Unidos da América, a principal aposta dos gestores é na suíça Lonza, o grupo químico e biotecnológico de Basileia.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0144648085 Franklin Global Small-Mid Cap Growth N USD 14,61% 10,83% 7,89% 5,32% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Barclays
LU0245181838 Goldman Sachs Global Small Cap CORE Equity Portfolio E Close 9,02% 14,33% 10,12% 6 Banco Best, Banco Invest
IE0034277362 Axa Rosenberg Global Small Cap Alpha E 7,57% 13,74% 9,54% 3,29% 6 Banco Best, Banco Big

Fundos de ações do Brasil

A categoria de fundos de ações brasileiras foi a segunda pior de 2015, apenas batida pelo conjunto dos fundos de ações de empresas mundiais de minérios. O BPI Brasil Valor foi o segundo fundo menos rentável do ano passado (e o pior gerido em Portugal), ao perder 40,34%.

O BNY Mellon Brazil Equity A EUR, o fundo que o Observador recomenda nesta área, deslizou 29,99%, elevando o prejuízo de cinco anos para 13,60% por ano. Mesmo assim, é o que apresenta a menor perda quinquenal. Ao contrário do ActivoBank e do Banco Best, o Millennium bcp cobra uma comissão de 1% na subscrição deste produto.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
IE00B23S7K36 BNY Mellon Brazil Equity A EUR* -29,99% -18,60% -13,60% 6 ActivoBank, Banco Best, Millennium bcp
IE00B23S7L43 BNY Mellon Brazil Equity A USD* -30,30% -18,56% -13,62% 6 Banco Big, Millennium bcp
LU0265266980 Parvest Equity Brazil Classic** -36,62% -21,76% -17,63% 6 Deutsche Bank
*O Millennium bcp cobra uma comissão de subscrição de 1%. **Tem uma comissão de subscrição de 2%.

Fundos de ações do Brasil, da Rússia, da Índia e da China

Os primeiros fundos que investem nos BRIC – a sigla que agrega o Brasil, a Rússia, a Índia e a China – celebraram o décimo aniversário em 2015. O Schroder BRIC (Brazil, Russia, India, China) USD A festejou-o com as melhores rentabilidades do grupo: rendeu 3,46% por ano, já depois de descontar impostos.

Não há dúvida que Allan Conway e Waj Hashmi conseguem resultados superiores. Apenas resta saber qual é o seu banco para descobrir qual a versão do Schroder BRIC que pode comprar.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0232931963 Schroder BRIC (Brazil, Russia, India, China) EUR A* -3,51% 0,25% -2,03% 3,41% 6 Millennium bcp
LU0228659784 Schroder BRIC (Brazil, Russia, India, China) USD A -3,56% 0,28% -1,98% 3,46% 6 Deutsche Bank
LU0232932698 Schroder BRIC (Brazil, Russia, India, China) EUR B -4,08% -0,24% -2,61% 2,89% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank, Finantia
*Tem uma comissão de subscrição de 1%.

Fundos de ações do Japão

Chern-Yeh Kwok nasceu em Singapura, mas foi estudar para os Estados Unidos, onde começou a trabalhar como jornalista de finanças. Só depois de finalizar um mestrado em Finanças em Londres é que regressou a Singapura, onde, pouco tempo depois, ingressou nas fileiras da gestora Aberdeen. Desde 2005 que gere fundos de ações japonesas, incluindo o Aberdeen Japanese Equity A-2 Base Currency Exposure EUR, mas só a partir de 2010 é que assumiu a liderança da equipa.

Este foi um dos fundos que menos aproveitou a alta das bolsas japonesas em 2015, porque esta versão do produto tem cobertura cambial. No entanto, foi o mais rentável nos últimos cinco anos, além de ser um dos menos voláteis. Os investidores que queiram expor-se aos movimentos do iene japoneses devem selecionar o Aberdeen Japanese Equity A-2 JPY.

O setor industrial é agora o favorito do Chern-Yeh Kwok. Absorve um quinto dos ativos do fundo de ações japonesas. A Shin-Etsu Chemical, a maior companhia de químicos do Japão, é a sua maior aposta.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0217390813 JPMorgan Japan Equity D EUR 22,38% 15,72% 8,48% 6 Banco Best, Banco Big, Barclays, Deutsche Bank
LU0230817339 T. Rowe Price Japanese Equity A EUR 19,01% 13,31% 7,52% 5 Banco Best
LU0011963674 Aberdeen Japanese Equity A-2 JPY 16,67% 12,24% 8,28% 1,69% 5 Banco Best
LU0476876759 Aberdeen Japanese Equity A-2 Base Currency Exposure EUR 7,60% 15,50% 10,87% 6 Banco Best

Fundos de ações do mundo

A dedicação de Michael Fraikin à bolsa pode comprovar-se com um dos seus passatempos: a escripofilia, o colecionismo de certificados de ações e obrigações. Fraikin está à frente da gestão do Invesco Global Structured Equity desde o seu lançamento, poucos dias antes do Natal de 2006. Desde 2014, Fraikin conta com o apoio do também alemão Thorsten Paarmann.

A partir de Frankfurt, Fraikin e Paarmann usam técnicas quantitativas – que combinam matemática, estatística e lógica com os mercados financeiros – para encontrarem as melhores ações em todo o mundo. Por exemplo, os gestores avaliam as empresas pela expectativa de resultados, pelo sentimento de mercado e pela qualidade da administração.

Embora tenham um terço da carteira aplicada na América do Norte, Fraikin e Paarmann tão depressa investem na petrolífera norte-amercana Valero Energy como na farmacêutica japonesa Daiichi Sankyo ou na retalhista holandesa Ahold. Os gestores da Invesco também podem fazer apostas pontuais na queda de ações, através das chamadas posições curtas. Em dezembro, acreditavam na descida da Microsoft e da Nestlé, por exemplo.

Além de ser um dos fundos mais rentáveis da categoria de ações mundiais, o Invesco Global Structured Equity E EUR é também um dos menos voláteis. Nos últimos cinco anos, alcançou a segunda maior rentabilidade entre 167 fundos, apenas atrás do Morgan Stanley Global Opportunity B.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0552385378 Morgan Stanley Global Opportunity B 22,16% 21,16% 12,46% 6 Banco Best
LU0267985314 Invesco Global Structured Equity E EUR 12,84% 16,09% 11,87% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest
GB00B3B0FG02 Threadneedle Global Extended Alpha Retail Net USD 11,64% 15,62% 11,05% 6 Banco Best
LU0257370246 Goldman Sachs Global CORE Equity Portfolio E (Close) 10,46% 15,82% 10,45% 6 ActivoBank
LU0201159711 Goldman Sachs Global CORE Equity Portfolio E (Snap) 10,17% 16,21% 10,63% 4,09% 5 Banco Best, Banco Invest
LU0507266061 Deutsche Invest I Top Dividend LD* 8,97% 10,29% 7,76% 5 Deutsche Bank
LU0229519805 Nordea 1 Global Stable Equity Unhedged E EUR 8,48% 13,39% 9,85% 5 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0278530729 Nordea 1 Global Stable Equity Euro Hedged E EUR 2,49% 10,07% 7,87% 5 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
*Tem uma comissão de subscrição de 2%.

Fundos de ações do Pacífico

O Fidelity Pacific A EUR conseguiu registar o melhor desempenho nos últimos cinco anos na categoria de ações do Pacífico mas também a segunda volatilidade mais baixa, algo que a teoria económica aponta como pouco provável de acontecer.

Dale Nicholls, o gestor incumbido de procurar ações nos mercados banhados pelo oceano Pacífico, prefere atualmente investir no Japão e na China. O grupo financeiro japonês Orix e a companhia chinesa de Internet Tencent Holdings eram os maiores investimentos de Nicholls em dezembro passado.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0217390656 JPMorgan Pacific Equity D EUR 10,86% 8,35% 4,50% 6 Banco Best, Banco Big, Barclays
LU0368678339 Fidelity Pacific A EUR 8,20% 13,17% 7,01% 6 Banco Best
LU0049112450 Fidelity Pacific A USD 8,09% 13,17% 6,97% 4,63% 6 ActivoBank, Banco Best, Deutsche Bank

Fundos de ações do Reino Unido

A cultura de distribuição de dividendos está bastante enraízada entre os investidores britânico, por isso é natural que os três melhores fundos de ações do Reino Unido – incluindo o melhor, o Fidelity United Kingdom A GBP – distribuam rendimentos periódicos aos investidores.

Se deseja que os dividendos sejam capitalizados, a melhor alternativa ao Fidelity United Kingdom A GBP é o Schroder UK Equity GBP B na versão de acumulação. Ambos os fundos priviligiam o setor financeiro: em dezembro tinham mais de 20% aplicados nessa área.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0048621717 Fidelity United Kingdom A GBP 9,42% 12,27% 8,50% 3,78% 6 Banco Best
LU0052724597 Schroder UK Equity GBP B (dist.) 4,84% 9,59% 7,56% 3,89% 6 Banco Best
LU0106245920 Schroder UK Equity GBP B 4,81% 9,50% 7,56% 3,86% 6 ActivoBank, Banco Best, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank
IE00B29M3121 GlobalAccess UK Alpha Z GBP 3,14% 8,90% 7,98% 6 Barclays

Fundos de ações do sudeste da Ásia

São três os gestores que administram o JPMorgan Asean Equity A USD, o melhor fundo de ações do sudeste asiático: Pauline Ng, Sarinee Sernsukskul e Chang Qi Ong. A primeira gestora, que lidera a equipa, está envolvida na estratégia do fundo há mais de uma década. Os outros membros foram nomeados em 2012 e 2013.

A versão do JPMorgan Asean Equity comercializada em exclusivo pelo Deutsche Bank é o melhor, mas as outras classes do fundo são alternativas muito próximas.

Singapura, Indonésia e Tailândia são os principais destinos de investimento de Pauline Ng.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0441851309 JPMorgan Asean Equity A USD -4,09% 2,02% 3,60% 6 Deutsche Bank
LU0441853263 JPMorgan Asean Equity D EUR -4,85% 1,43% 3,03% 6 Banco Best, Barclays
LU0441851994 JPMorgan Asean Equity D USD -4,86% 1,46% 3,00% 6 Banco Best, Barclays

Fundos mistos neutros

O Nordea 1 Stable Return E EUR está longe de ser um dos fundos mistos neutros mais rentáveis de 2015. O seu desempenho ficou, aliás, abaixo da média da categoria (1,24% vs 2,53%). O fundo da Nordea surpreende no nível de risco. Além de ser o menos volátil do conjunto de fundos que equilibram ações e obrigações na carteira, é o único inserido na terceira classe de risco.

Ter menos volatilidade não se traduz automaticamente em menos ações na carteira. No início de 2016, os gestores dinamarqueses tinham ligeiramente mais de metade do património aplicado nos mercados acionistas. As obrigações do Tesouro norte-americano eram, todavia, a maior aposta da equipa.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0219441499 MFS Meridian Global Total Return A1USD 5,98% 8,50% 7,06% 4,37% 4 Banco Best
LU0219418836 MFS Meridian Global Total Return A1EUR 5,21% 8,47% 6,81% 4,34% 4 Banco Best
LU0227385266 Nordea 1 Stable Return E EUR 1,24% 4,33% 4,23% 2,89% 3 Banco Best, Banco Big, Banco Invest

Fundos mistos predominantemente de ações

Só depois de cinco anos no Exército britânico, no qual chegou ao posto de capitão, é que Barnaby Wiener mergulhou no mundo financeiro. Atualmente, é, entre outras responsabilidades, o gestor do MFS Meridian Prudent Wealth A1USD, o melhor fundo misto que investe maioritariamente no mercado acionista.

No arranque de 2016, cerca de metade da carteira do fundo estava em ações com a Colgate-Palmolive a ser a maior aposta. O dinheiro restante estava aplicado em aplicações de tesouraria (com os títulos do Tesouro norte-americano à cabeça), outras obrigações e em investimentos em divisas.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0337786437 MFS Meridian Prudent Wealth A1USD 12,99% 10,52% 8,25% 4 Banco Best
LU0033040865 UBS SF Growth (USD) P 6,42% 9,82% 6,82% 3,03% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Invest
LU0096359046 Threadneedle Global Asset Allocation DU 7,00% 7,00% 5,15% 3,46% 5 Banco Best

Fundos mistos predominantemente de obrigações

O Credit Suisse PF Reddito EUR B EUR, o melhor fundo misto que investe marginalmente em ações, tem uma característica particular que lhe tem sido vantajosa: embora seja um fundo global, enviesa-se para o mercado italiano (“renda” diz-se “reddito” em italiano), onde é mais comercializado.

Atualmente, a carteira gerida por Francesco Spadaccia está concetrada em dívida pública em particular dos Estados Unidos da América, Itália, Alemanha, Espanha e França. Apenas 20% do património estão aplicados em ações.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0033043885 UBS SF Yield (USD) P 6,56% 6,93% 5,16% 3,00% 4 ActivoBank, Banco Best, Banco Invest
LU0078046520 Credit Suisse PF Reddito EUR B EUR 3,11% 4,45% 4,00% 2,37% 4 ActivoBank
PTYEVELM0008 NB Plano Prudente* 2,92% 3,45% 4,23% 3 Banco Best, Banco Invest, Novo Banco
*Tem uma comissão de resgate até 3% para investimentos que durem até 14 dias.

Fundos de poupança-reforma

O Alves Ribeiro PPR pode ser o único fundo de poupança-reforma que ganhou mais de 100% desde 2011, como noticiámos, mas o NB PPR é a escolha do Observador nesta área. O fundo gerido por Paulo Joaquim, que pertence à sociedade gestora do Novo Banco, combina rentabilidades acima da média com uma volatilidade mais baixa que a maioria dos concorrentes.

Paulo Joaquim investe entre 40% e 75% da carteira em dívida pública que se vença até um ano e pode aplicar até 25% em ações. Todavia, o que mais ajudou a rentabilidade do fundo em dezembro passado foi a aposta na queda das obrigações do Tesouro alemão, através de contratos de futuros.

Desde que foi lançado há mais de 24 anos, o NB PPR ganhou cerca de 392% até ao final de 2015, o equivalente a 6,82% por ano.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada
Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
PTARMCLM0004 Alves Ribeiro PPR* 9,94% 12,60% 11,86% 7,63% 5 Banco Invest
PTYESALM0007 NB PPR 8,19% 8,17% 9,64% 5,80% 4 ActivoBank, Banco Best, Banco Invest, Novo Banco
PTOPZDHM0000 Optimize Capital Reforma PPR Moderado 3,28% 5,89% 5,76% 3 Banco Invest
*Tem uma comissão de resgate de 1% para investimentos que durem até 1 ano.

Fundos de obrigações convertíveis do mundo

Gerir investimentos em obrigações convertíveis é saber quando estar mais próximo do mercado obrigacionista e quando estar mais dependente da evolução das ações. Miles Geldard e Lee Manzi, os responsável pelo Jupiter Global Convertibles L USD, têm sabido equilibrar as decisões: o seu fundo não tem sido o mais rentável nem o mais volátil, mas, no cômputo geral, é o mais atrativo na categoria de fundos de obrigações convertíveis do mundo. A maioria dos títulos na carteira vence-se no prazo de cinco anos.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0351442776 Schroder Global Convertible Bond USD B 10,26% 10,52% 6,53% 5 Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays
LU0522255669 Jupiter Global Convertibles L USD 10,24% 9,14% 5,70% 5 Banco Best, Banco Big
LU0157052563 F&C Global Convertible Bond A EUR* 6,52% 7,14% 5,05% 4,62% 4 ActivoBank

Fundos de obrigações da Ásia

O NN (L) Asian Debt (Hard Currency) X Cap USD volta a ser considerado o melhor fundo para quem quer investir numa carteira diversificada de obrigações asiáticas. Há um ano ainda se chamava ING (L) Renta Asian Debt (Hard Currency) X Cap USD.

Joep Huntjens, o gestor da NN Investment Partners responsável por este produto, tem uma lista de países onde pode procurar emitentes: Singapura, Malásia, Tailândia, Indonésia, Coreia do Sul, Taiwan, Filipinas, Índia, Hong Kong e China. No entanto, China e Hong Kong representam mais de metade dos investimentos. Indonésia e Índia seguem-se nas preferências de Huntjens.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0277197249 BlackRock Asian Tiger Bond E2 EUR* 9,67% 6,42% 6,34% 5 Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Millennium bcp
LU0147399801 BlackRock Asian Tiger Bond E2 USD 9,62% 6,42% 6,33% 4,85% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank
LU0546914242 NN (L) Asian Debt (Hard Currency) X Cap USD 9,04% 6,62% 6,81% 5,41% 5 Banco Best, Banco Big
*O Millennium bcp cobra uma comissão de subscrição de 0,25%.

Fundos de obrigações da Europa

A portuguesa Santander Asset Management, a sociedade gestora responsável pelo Santander Multitaxa Fixa, delegou as decisões de investimentos na firma espanhola homónima. No país vizinho, os gestores têm optando por concentrar a carteira em dívida pública europeia, nomeadamente espanhola, italiana e portuguesa. O resultado foi um perfil de risco mais conservador do que todos os restantes fundos de obrigações europeias. Apesar disso, a rentabilidade anual dos últimos cinco anos de 3,71% foi apenas marginalmente inferior à média da concorrência, que se estabeleceu em 3,74%.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0062574610 NB Euro Bond 4,32% 6,22% 9,88% 6,68% 4 Banco Best
LU0115144304 Invesco European Bond E EUR 2,84% 4,60% 5,53% 3,62% 3 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest
PTYMCULM0001 Santander Multitaxa Fixa* 1,25% 2,81% 3,71% 3,52% 2 ActivoBank, Banco Best, Santander Totta
*Tem uma comissão de resgate de 1% para investimentos que durem até 15 dias.

Fundos de obrigações de alto rendimento da Europa

Os gestores do F&C European High Yield Bond A EUR conseguiram colocar a rentabilidade do fundo acima da média em todos os principais prazos até uma década. Porém, isso não se revelou penalizador ao nível da volatilidade do fundo, porque esse indicador é inferior à concorrência na categoria de fundos de obrigações europeias de alto rendimento.

A maioria dos cerca de 70 títulos selecionados pela sociedade gestora BMO Global Asset Management (a BMO fcomprou a F&C em 2014) vence-se no prazo de dez anos.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
GB0031288243 M&G European High Yield Bond A EUR 2,33% 3,78% 5,40% 4,63% 4 Banco Best
LU0153358402 F&C European High Yield Bond A EUR
1,80% 3,77% 4,97% 4,64% 4 ActivoBank, Banco Best
GB00B42R2118 Threadneedle European High Yield Bond Retail Gross EUR 0,96% 3,20% 4,48% 4,96% 4 Banco Best

Fundos de obrigações de alto rendimento do mundo

O UBAM Global High Yield Solution R USD começa a habituar os investidores a um rendimento quatro pontos percentuais por ano superior à média alcançada pelos fundos de obrigações globais de alto rendimento. Em 2015, enquanto a rentabilidade média ficou perto de zero, o fundo da sociedade gestora suíça ganhou 8,81%. Nos últimos cinco anos, rendeu mais 1,62 pontos percentuais por ano do que o segundo fundo mais rentável.

Na sua última nota mensal, Christel Rendu de Lint e Philippe Gräub, os gestores responsáveis, explicam que estão a obter mais exposição à divida de alto rendimento através de credit default swap, instrumentos derivados que permitem obter exposição a obrigações.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0569864480 UBAM Global High Yield Solution R USD 8,81% 10,35% 8,57% 4 Banco Best
IE00B1D7YM41 Pimco Global High Yield Bond E 7,00% 6,47% 6,80% 5 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0116737759 Credit Suisse High Yield USD Bond B USD 4,98% 5,66% 6,22% 4,52% 5 ActivoBank, Banco Best
LU0144751095 Candriam Bonds Euro High Yield N 2,41% 4,38% 5,87% 3,99% 4 Banco Best

Fundos de obrigações de alto rendimento dos EUA

Apesar de o Fidelity US High Yield A EUR ser um fundo de obrigações de alto rendimento dos Estados Unidos da América, os gestores podem aplicar marginalmente em títulos de emitentes fora dos EUA, desde que estejam cotados em dólares. No início de dezembro, 86% da carteira estava aplicada em títulos de emitentes norte-americanos, entre os quais se destaca a Ally Financial, que, antes da operação de salvamento governamental, se chamava GMAC e pertencia ao construtor automóvel General Motors.

O Fidelity US High Yield A EUR, bem como a versão em libras esterlinas (Fidelity US High Yield A GBP), distribuem rendimentos periódicos aos subscritores. Quem gostar de ver os ganhos capitalizados deve optar pelo Muzinich Americayield Hedged USD R.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
IE0033033972 Muzinich Americayield Hedged USD R 6,69% 5,89% 6,10% 4,05% 5 Banco Best
LU0132385880 Fidelity US High Yield A EUR 5,20% 5,99% 6,34% 5,19% 5 ActivoBank, Deutsche Bank
LU0132385534 Fidelity US High Yield A GBP 5,10% 6,04% 6,28% 5,15% 5 ActivoBank, Banco Best

Fundos de obrigações de curto prazo em dólares

O principal investimento que Scott MacLellan e Thomas Musmanno fazem para o BlackRock USD Short Duration Bond E2 EUR é em dívida pública norte-americana. Este segmento do mercado obrigacionista é responsável por metade da carteira do fundo. Cerca de 15% do património repousa em obrigações hipotecárias e outros 15% noutras obrigações garantidas por ativos. A maioria dos títulos vencem-se no prazo de dois anos.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0171298564 BlackRock USD Short Duration Bond E2 EUR 8,13% 5,10% 4,06% 1,68% 5 Banco Best, Banco Invest, Barclays
LU0154237738 BlackRock USD Short Duration Bond E2 USD 8,04% 5,11% 4,06% 1,70% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays
LU0155953705 Credit Suisse Corporate Short Duration USD Bond B USD 7,76% 5,36% 4,06% 2,51% 5 Banco Best

Fundos de obrigações de curto prazo em euros

O CA Rendimento foi o fundo de obrigações de curto prazo em euros que mais rendeu em 2015 e nos últimos três e dez anos. Ficou em terceiro lugar a cinco anos. Mesmo assim, foi o quarto menos volátil no último quinquénio.

Os gestores do Crédito Agrícola investem em “obrigações e outros instrumentos de divida, pública ou privada, predominantemente de médio e longo prazo, e cujas taxas de remuneração estejam indexadas às taxas de juro de curto prazo”. Os responsáveis dizem que o fundo não é adequado para aplicações de menos de 180 dias.

O CA Rendimento é diversificado, embora a maior aposta, que é, segundo a Morningstar, em dívida pública italiana, absorva 5% da carteira. Cerca de 20% está parqueado em depósitos a prazo.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
PTYCFBLM0003 CA Rendimento 1,93% 4,33% 3,98% 2,49% 2 Crédito Agrícola
LU0093503810 BlackRock Euro Short Duration Bond A2 EUR 0,50% 1,21% 1,80% 2,31% 2 Deutsche Bank
LU0093504115 BlackRock Euro Short Duration Bond E2 EUR 0,15% 0,86% 1,42% 1,92% 2 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Barclays, Deutsche Bank

Fundos de obrigações de mercados emergentes

Os últimos anos têm sido negativos para os investidores em dívida dos mercados emergentes. No entanto, neste cenário, o Pioneer Emerging Markets Bond C EUR conseguiu oferecer elevados rendimentos aos subscritores.

As experiências pessoais de Yerlan Syzdykov, o gestor do fundo da Pioneer, podem ajudá-lo a dominar os mercados emergentes: nasceu no Cazaquistão e estudou na Sibéria. Agora trabalha em Londres. Syzdykov acredita que 2016 será um ano difícil, mas não pelas mesmas razões de 2015. “Vamos ver a Fed [Reserva Federal norte-americana] a aumentar as taxas de juro, o que provavelmente pressionará as divisas e as taxas nos mercados emergentes”, diz o gestor no seu comentário oficial de expetativa para 2016.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0207127084 T. Rowe Price Emerging Markets Bond A USD 8,23% 4,24% 5,57% 5 Banco Best
LU0128469839 Pictet Global Emerging Debt R USD 8,09% 4,58% 6,21% 5,52% 5 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0119438611 Pioneer Emerging Markets Bond C EUR 8,01% 4,85% 6,23% 4,09% 4 ActivoBank, Banco Best
LU0132208595 Pioneer Emerging Markets Bond C USD 7,95% 4,87% 6,17% 4,12% 5 Banco Big
LU0133266147 Goldman Sachs Growth & Emerging Markets Debt Portfolio E 7,70% 4,37% 6,56% 5,09% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Invest
LU0144751251 Candriam Bonds Emerging Markets N 7,15% 4,47% 6,46% 5,29% 4 Banco Best

Fundos de obrigações do mundo em dólares

Richard Woolnough, o gestor que lidera o M&G Optimal Income A-H USD, tem mais de 20 anos de experiência a gerir carteiras de obrigações, embora esteja apenas desde 2004 na britânica M&G. Para o fundo recomendado pelo Observador, Woolnough pode investir no que quiser no universo de títulos de rendimento fixo. Os investidores da zona euro que aplicar o dinheiro neste fundo estão a ganhar com o movimento cambial positivo, já que o gestor faz a cobertura cambial para dólares norte-americanos.

Mais de metade da carteira está em dívida empresarial de elevada qualidade creditícia. O restante está aplicado em dívida pública, maioritariamente dos Estados Unidos da América, e obrigações com notações de risco mais baixas.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
IE00B2R34X65 Pimco Global Bond Ex-US E 8,05% 7,48% 7,35% 5 Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Deutsche Bank
LU0319688957 Amundi Bond Global Corporate SU 7,66% 7,01% 6,54% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest
LU0546920561 NN (L) US Credit X Cap USD 7,40% 6,58% 7,15% 4,32% 5 Banco Best, Banco Big
GB00B4WS3X34 M&G Optimal Income A-H USD 7,20% 7,78% 7,96% 5 Banco Best
LU0524291613 HSBC Global High Income Bond AC 7,07% 6,32% 7,11% 5 Banco Best, Banco Big

Fundos de obrigações do mundo em euros

João Zorro, o gestor do NB Rendimento Plus, tem uma carta quase branca para conseguir ganhar nos mercados de taxas de juro, como os de dívida. Tão depressa pode aplicar o dinheiro em depósitos ou Bilhetes do Tesouro como pode comprar instrumentos financeiros derivados, como credit default swaps. A sua vasta experiência – lidera a equipa de obrigações da sociedade gestora do Novo Banco desde 2000 – tem dado frutos. O NB Rendimento Plus foi o fundo mais rentável desta categoria nos últimos cinco anos, ao ganhar 9,14% por ano.

No início de 2016, as maiores apostas individuais de João Zorro eram em títulos de dívida pública italiana, cipriota, espanhola e grega. Todavia, mais de metade da carteira do NB Rendimento Plus está em dívida privada. As obrigações do BCP Finance Bank captavam 3,38% da carteira do fundo.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0058464123 NB Global Bond 2,93% 5,64% 8,51% 5,53% 4 Banco Best
LU0173776989 Nordea 1 European Covered Bond E EUR -0,19% 2,74% 3,59% 2,55% 3 Banco Best, Banco Big, Banco Invest
PTAFIXLE0009 IMGA Prestige Global Bond* -0,40% 0,78% 1,77% 1 ActivoBank, Millennium bcp
LU0256571018 NB Opportunity -0,41% 4,38% 6,65% 3 Banco Best
IE00B11XZ103 Pimco Global Bond E EUR Hedged -0,47% 1,35% 3,37% 3 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Banco Invest, Deutsche Bank
PTYEVHHM0001 NB Rendimento Plus -0,49% 4,90% 9,14% 3 Banco Best, Banco Invest, Novo Banco
LU0441433728 Deutsche Invest I Euro Corporate Bonds LD -1,55% 2,59% 4,29% 3 Deutsche Bank
LU0079837604 NB Global Enhancement -1,77% 2,64% 5,14% 2,24% 3 Banco Best
*Tem uma comissão de resgate até 1% para investimentos que durem até 180 dias.

Fundos de obrigações do mundo em libras

Quem quiser investir em obrigações cotadas em libras esterlinas, tem no JPMorgan Sterling Bond D GBP a melhor opção. Não tem sido o fundo mais rentável da categoria, mas, combinando com o seu perfil de risco, é a proposta mais atraente.

Os emitentes do Reino Unido, em particular o Tesouro britânico, são os principais alvos de busca dos gestores Iain Stealey e Linda Raggi, mas os especialistas também procuram no resto do mundo. Tanto investem nos Estados Unidos da América (como obrigações da Wal-Mart Stores) como franceses (como a Engie) e, até, entidades internacionais (como o Banco Europeu de Investimento).

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0035346187 UBS BF GBP P 3,48% 4,54% 6,18% 2,86% 4 ActivoBank, Banco Best, Banco Invest
GB0002777745 Threadneedle Sterling Bond Retail Gross GBP 3,48% 3,96% 5,81% 2,45% 5 Banco Best
LU0117897909 JPMorgan Sterling Bond D GBP 3,01% 5,29% 7,70% 1,25% 5 ActivoBank, Banco Best, Barclays

Fundos de obrigações dos EUA

A equipa que gere o JPMorgan US Bond D USD está á  frente do rumo do fundo há menos de dois anos, mas o líder, Steven Lear tem 35 anos de experiência profissional, uma grande parte a gerir carteiras de obrigações.

Se a equipa continuar a conseguir que o fundo seja superior à concorrência, o JPMorgan US Bond USD continuará a ser a recomendação do Observador.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0115104423 JPMorgan US Bond D USD 7,20% 6,92% 6,77% 2,77% 5 ActivoBank, Banco Best, Banco Big, Barclays
LU0568617939 Amundi Bond US Opportunistic Core Plus FU 7,08% 5,23% 5,23% 5 ActivoBank
LU0458979076 Nordea 1 US Corporate Bond BP EUR 6,22% 5,37% 6,15% 5 Banco Best

Fundos de tesouraria em dólares

Nos escritórios da Vontobel em Zurique, Tolga Yildirim busca os mercados por obrigações cotadas em dólares norte-americanos de governos e empresas. Para reduzir o risco do Vontobel US Dollar Money B USD, o melhor fundo na categoria de tesouraria em dólares, seleciona títulos de maneira que o prazo para o vencimento seja, em média, inferior a um ano. Atualmente, a duração média para o vencimento é de cerca de quatro meses.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco
Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
LU0568622186 Amundi Cash USD FU 8,40% 5,10% 3,33% 1,65% 5 ActivoBank
LU0012186622 Parvest Money Market USD Classic 8,29% 4,98% 3,19% 1,55% 5 Deutsche Bank
LU0120690226 Vontobel US Dollar Money B USD 8,17% 5,12% 3,34% 1,70% 5 Banco Best

Fundos de tesouraria em euros

Quando o Millennium bcp alienou o negócio da gestão de ativos ao grupo espanhol CIMD assegurou aos subscritores que as políticas de investimento dos fundos se manteriam. Esta informação era essencialmente para recomendar o IMGA Extra Tesouraria III como melhor fundo de tesouraria em euros.

Apenas quatro fundos desta categoria conseguiram nunca ganhar mensalmente menos do que a Euribor a três meses oferecia ao longo dos últimos cinco anos. Entre eles, o IMGA Extra Tesouraria III foi o que mais ganhou.

ISIN Fundo Rentabilidade anualizada ajustada Classe de risco Bancos comercializadores
2015 2013-15 2011-15 2006-15
PTYCFLHM0007 CA Monetário 0,49% 1,09% 1,71% 1 Crédito Agrícola
PTAFIBHE0001 IMGA Extra Tesouraria III 0,20% 0,86% 1,72% 1 ActivoBank, Millennium bcp
PTYMEHLE0014 Caixa Fundo Monetário 0,19% 0,78% 1,33% 1 CGD
PTYCXWHE0010 Caixagest Liquidez 0,16% 0,65% 1,17% 1 Banco Best, CGD

Como o Observador escolheu os melhores fundos

Para eleger os melhores fundos, usámos o rácio de Sortino. É uma medida de rentabilidade ajustada pelo risco, considerando, no entanto, apenas o risco de perda. Os cálculos apoiam-se nas rentabilidades mensais acima da Euribor a três meses e na volatilidade dos prejuízos mensais de 2011 a 2015.

Foram analisados todos os fundos abertos registados em Portugal comercializados pelos bancos junto dos seus clientes de retalho e pelos CTT. Não foram incluídos fundos comercializados exclusivamente por sociedades corretoras, sociedades gestoras de fundos e de patrimónios e bancos de investimento.

O ISIN (International Securities Identification Number) é um código de identificação único de instrumentos financeiros. É composto por 12 caracteres alfanúmericos. Se quiser falar com o seu intermediário financeiro sobre um destes fundos, é este código que deve indicar.

Por motivos fiscais, as rentabilidades anualizadas foram ajustadas. Até 1 de julho de 2015, os investidores particulares não eram tributados diretamente quando resgatavam fundos portugueses com ganhos. A partir de então, são alvo de uma retenção na fonte à taxa de 28%, embora as mais-valias possam ser englobadas aos restantes rendimentos. Assim, desde 1 de julho, os fundos portugueses funcionam fiscalmente como os fundos estrangeiros.

Assim, o Observador ajustou as rentabilidades da seguinte forma:

A classe de risco é aferida pela volatilidade (desvio-padrão) das rentabilidades semanais de 260 semanas. Varia entre um (risco baixo) e sete (risco elevado), de acordo com o artigo 74.º do Regulamento da CMVM n.º 2/2015:

Classe de risco Intervalo de volatilidade
Maior que ou igual a Menor que
1 0% 0,5%
2 0,5% 2%
3 2% 5%
4 5% 10%
5 10% 15%
6 15% 25%
7 25%

Elegemos os melhores fundos apenas nas 57 categorias em que encontrámos pelo menos oito fundos com políticas de investimento homogéneas e com mais de cinco anos.

Toda a informação foi atualizada a 31 de dezembro de 2015. As fontes de informação usadas foram a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios, a Bloomberg, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a Morningstar, as sociedades gestoras e as entidades comercializadoras.

David Almas é analista financeiro independente registado na CMVM com o número oito. O autor trabalha subordinado ao Código Deontológico dos Jornalistas.

Fotografia de Elias Levy/Flickr (CC BY 2.0).

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)