Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Com três fases e sete grupos prioritários, o Plano de Vacinação contra a Covid-19 em Portugal foi apresentado esta quinta-feira. Numa fase inicial, Portugal não vai contar com o apoio das farmácias como planeia fazer o Reino Unido, ficando só pelos centros de saúde. Portugal tem assim 1.200 pontos de vacinação, enquanto que Espanha tem 10 vezes mais, ainda que a população daquele país seja apenas cinco vezes superior à portuguesa.

O Reino Unido, com uma vacina já aprovada, começa a vacinar os cidadãos na próxima segunda-feira. Já os países da União Europeia só preveem começar a fazê-lo em janeiro, depois da primeira aprovação condicional da Agência Europeia do Medicamento (EMA). E enquanto Portugal e Espanha esperam ter a população toda vacinada até ao final do ano — talvez mesmo até ao fim do verão —, na Alemanha, por exemplo, a imunização da população poderá demorar mais de um ano.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.