Uma publicação partilhada ao início da manhã do dia de reflexão num grupo do Facebook dava conta de que o Presidente da República, que ia a votos no dia seguinte como candidato presidencial, tinha enviado uma mensagem de melhoras ao presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, a desejar-lhe as melhoras por ter testado positivo ao novo coronavírus. A mesma publicação mostrava uma nota alegadamente publicada por Marcelo Rebelo de Sousa no site da Presidência da República a 19 de janeiro. É, no entanto, tudo falso. Não houve qualquer nota no site sobre o assunto.

A publicação falsa foi partilhada num grupo do Facebook com mais de 107 mil membros onde Marcelo Rebelo de Sousa é regularmente criticado e que tem como nome “Grupo de Apoio ao Juiz Carlos Alexandre”. A nota falsa tinha como título “Presidente da República envia mensagem a Luís Filipe Vieira” e o conteúdo seria o seguinte: “Em meu nome pessoal e em nome de todos os portugueses, desejo ao Senhor Luís Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica e responsável pelas alegrias de milhões de compatriotas, um rápido restabelecimento e plena recuperação da Covid-19”. Nunca tal nota foi emitida por Marcelo Rebelo de Sousa, embora uma montagem com o mesmo layout das notas oficiais tenha circulado de forma a enganar os utilizadores.

Publicação partilhada no “Grupo de Apoio ao Juiz Carlos Alexandre” no Facebook a 23 de janeiro, dia de reflexão

Aliás, nesse dia 19 de janeiro Marcelo Rebelo de Sousa emitiu apenas 3 notas. Numa primeira nota, o Presidente da República dava conta de que tinha assinado o “decreto do Governo que altera a regulamentação do estado de emergência”, que permitiu ao Governo aplicar regras mais restritivas antes da reunião com especialistas marcada para a semana seguinte. Numa segunda nota, Marcelo informava que recebeu, em audiência no Palácio de Belém, uma delegação do Movimento Cultural da Terra de Miranda, representado por José Maria Pires e António Cangueiro. Numa terceira e derradeira nota, o chefe de Estado informava ter recebido, também em audiência no Palácio de Belém, uma delegação da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).

Imagem das únicas três notas publicadas no site da Presidência a 19 de janeiro de 2021.

Ainda assim, mesmo nada disto tendo acontecido, o utilizador do Facebook indignava-se com a alegada nota de Marcelo: “Isto é de bradar-aos-ceus, das duas uma ou o PR e o LFV são bons amigos ou o PR aproveitou a situação para fazer mais publicidade a ele próprio?” [sic]

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

É verdade que Luís Filipe Vieira é um dos elementos do Benfica infetado com Covid-19, mas não há registo público nem qualquer nota da Presidência sobre isso. O utilizador levanta ainda a hipótese de Luís Filipe Vieira e Marcelo Rebelo de Sousa serem amigos. Os dois não têm ligação. Além disso, quando António Costa decidiu apoiar a recandidatura de Luís Filipe Vieira, Marcelo Rebelo de Sousa até exerceu pressão pública em jeito de puxão de orelhas ao primeiro-ministro por ter aceitado o convite para integrar a comissão de honra do presidente benfiquista, a braços com processos judiciais.

Marcelo Rebelo de Sousa até felicitou o Benfica quando o clube teve conquistas, mas fê-lo quase sempre de viva voz. Há notas sobre o clube no site da Presidência, mas nada relacionado com Luís Filipe Vieira. Há uma nota de junho deste ano em que Marcelo recebeu um vice-presidente do Benfica (Nuno Gaioso Ribeiro) numa receção a propósito do anúncio da realização da Fase Final da Liga dos Campeões em Portugal. Noutra ainda, de 28 de maio de 2017, o Presidente regista que assistiu no Jamor à final da Taça de Portugal, troféu que entregou a Luisão após a vitória da equipa benfiquista por 2-1 contra o Vitória de Guimarães. Em outras breves referências ao universo Benfica, não há qualquer histórico de uma nota que refira Luís Filipe Vieira.

A última vez que o presidente do Benfica esteve em Belém foi a 30 de dezembro de 2019, no dia em que Marcelo Rebelo de Sousa condecorou o treinador Jorge Jesus com a Ordem do Infante D. Henrique. Nessa ocasião, na fila de cumprimentos aos convidados do treinador de futebol, Marcelo abraçou Luís Filipe Vieira durante alguns segundos da mesma forma que abraçou o presidente do Sporting, Frederico Varandas, ou o presidente do Sporting de Braga, António Salvador.

Conclusão

É falso que Marcelo Rebelo de Sousa tenha emitido uma nota pública a desejar as melhoras ao presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira. A 19 de janeiro de 2021 — data apontada pela publicação falsa — o Presidente só emitiu três notas oficiais no site da Presidência: sobre duas audiências que fez nesse dia em Belém e para promulgar um decreto do Governo para apertar a malha das medidas do combate à pandemia.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

IFCN Badge