Desde que a pandemia começou muitos países deram início a restrições de circulação, quer nas fronteiras terrestres quer via aérea e marítima. Há até casos onde é necessário apresentar o teste à Covid ou ficar 14 dias em isolamento quando se viaja de determinado país. Foi o caso de um post da página de Facebook, Queroemigrar.com, partilhado a 26 de setembro deste ano, onde, através de um vídeo, se dizia o seguinte: “Então Portugal vai bloquear ou já bloqueou as pessoas que estão na Suécia por não estarem a usar as medidas ditatoriais que estão a ser usadas por cá?” Atingiu as 7.9 mil visualizações. Trata-se, no entanto, de um post falso.

Vídeo viral que alega falsamente que Portugal barrou entrada a suecos.

O Observador contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros, que remeteu a sua resposta para o despacho nº 8777-C/2020 sobre a “prorrogação das medidas aplicáveis ao tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal”. Nesse documento, encontramos a informação que desmente categoricamente o que é divulgado no post original:

Autorizar o tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal de todos os voos de e para os países que integram a União Europeia [da qual a Suécia faz parte], dos países associados ao espaço Schengen e do Reino Unido nos termos do Acordo de saída entre a UE e o Reino Unido”, lê-se no despacho.

Ou seja, não há nenhuma indicação que comprove a veracidade daquilo que é dito no vídeo.

Depois, o autor do vídeo, além de se referir aos políticos, em geral, como “canalhas”, não cita qualquer notícia nem se baseia em qualquer informação oficial para dizer que Portugal decidiu barrar a entrada de cidadãos suecos. Faz até confusão nas informações que divulga. É que, logo a seguir, aconselha os portugueses que vivem na Suíça a “transferirem o seu dinheiro para bancos suíços”.  Ou seja, há uma confusão clara entre dois países com um nome semelhante, não sendo percetível a qual se refere exatamente.

Até porque a Suíça foi o segundo país a incluir Portugal — e não o contrário — na sua lista de destinos de alto risco, o que faz com que todos os que viajem a partir do território nacional sejam obrigados a fazer quarentena de 10 dias, como noticiou o Observador na passada sexta-feira.

Não há, portanto, nenhuma evidência que demonstre que Portugal bloqueou a entrada ou tenha imposto restrições a quem viaje a partir da Suécia.

Conclusão

Não é verdade que Portugal tenha travado a entrada de suecos em território nacional. O despacho sobre a prorrogação das medidas aplicáveis ao tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal permite que todos os cidadãos vindos de países da União Europeia, onde se incluí o país referido, possam viajar para cá. Autor do post viral confunde a Suécia com a Suíça no vídeo e não demonstra como obteve as informações veiculadas.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

NOTA: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge