Uma página do Facebook partilhou uma fotografia de um lago em forma de coração, que alega ser da Serra da Estrela. A publicação já conta com mil partilhas e dois mil gostos. Na caixa de comentários há quem se admire com a beleza do lago, mas há também quem denuncie que a fotografia não foi tirada em Portugal.

Ao Observador, o secretário executivo da Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela, António Ruas, afirma que a foto não é de facto daquela serra. Para justificar, explica até que a formação rochosa junto do lago é de origem calcária, rocha sedimentar que não existe na Serra da Estrela (formação granítica).

Com uma pesquisa da imagem na internet, é possível perceber que o lago fica na Crimeia, perto da maior cidade da região, Sevatopol. E, para além de a fotografia não ter sido tirada na Serra da Estrela, esta formação rochosa não “tem a mão de Deus”, como alega esta página do Facebook. Em meios de comunicação e páginas de promoção do turismo da Crimeia, o lago é mencionado como uma antiga pedreira. É isso mesmo que conseguimos perceber através desta notícia do canal televisivo russo RBC, onde o lago é mencionado como a pedreira Kadykovsky.

Além disso, de outro ponto de vista, é possível ver que o lago não tem a forma de um coração perfeito. O ângulo da fotografia é que assim faz parecer, o que se confirma no mapa que mostra a pedreira Kadykovsky.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Esta não é a primeira vez que imagens obtidas noutros locais são usadas como forma de promover o turismo na Serra da Estrela. Em dezembro, uma lua cheia perfeitamente enquadrada ao centro de uma estrada ladeada de neve foi apresentada como uma paisagem naquela serra beirã. Também naquele caso, a imagem tinha origem noutras paragens.

Conclusão

A publicação analisada afirma que o lago que se vê na imagem se situa na Serra da Estrela e indica de forma indireta que se trata de uma formação natural. Ambas as ideias estão erradas. O secretário executivo da Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela, António Ruas, garante que aquele lago não existe na Serra da Estrela e explica ainda que a formação rochosa junto do lago é de origem calcária, rocha sedimentar que não existe na formação montanhosa portuguesa.

A fotografia do lago partilhada na publicação foi tirada na Crimeia. É lá que se situa a pedreira Kadykovsky que, depois de anos desativada, acabou por formar um lago. Para além disto esta massa de água não tem a forma exata de um coração. Trata-se de uma questão de perspetiva fotográfica.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:


ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota 1: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

Nota 2: O Observador faz parte da Aliança CoronaVirusFacts / DatosCoronaVirus, um grupo que junta mais de 100 fact-checkers que combatem a desinformação relacionada com a pandemia da COVID-19. Leia mais sobre esta aliança aqui.

IFCN Badge