A imagem foi partilhada por uma utilizadora portuguesa do Facebook nos primeiros meses deste ano. Mas o mesmo conteúdo já vinha sendo publicado por outros utilizadores de outras nacionalidades há mais tempo. Uma fotografia mostra o ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush, o presidente russo, Vladimir Putin, e o ex-presidente chinês Hu Jintao. A imagem não tem qualquer referência temporal, mas faz menção a um “encontro secreto da Grande Loja” maçónica em que os três líderes teriam participado juntos, acrescentando que todos eles “respondem ao mesmo Senhor”. Verdade ou teoria da conspiração?

Os três responsáveis políticos surgem em vestes iguais — uma espécie de manto comprido azul, com alguns apontamentos dourados. Os líderes de EUA, Rússia e China parecem manter uma conversa animada e, atrás deles, um grupo de homens e mulheres de fato escuro acompanham-nos de perto. O texto que acompanha a imagem diz mais sobre aquele momento. Refere que o norte-americano, o russo e o chinês “fingem ser inimigos porque isso os mantém no poder”. E poder para quê? Para “introduzirem medidas apertadas ainda mais draconianas nos respetivos países” que garantem que as suas “linhagens” se mantêm no topo.

Aparte todos esses considerandos, foquemo-nos no ponto de partida da teoria expressa naquela publicação: Bush, Putin e Hu Jintao foram fotogrados quando participavam num encontro secreto? Um encontro secreto de maçons? Uma pesquisa rápida pela origem daquela imagem descontrói rapidamente a teoria.

No serviço de imagens da Getty, aquela mesma fotografia é acompanhada da legenda: em Hanoi, no Vietname, “o presidente dos EUA George W. Bush conversa com o presidente chinês Hu Jintao e com o presidente russo Vladimir Putin no final de um encontro de líderes da região da Ásia-Pacífico, a 19 de novembro de 2006”. Relativamente à indumentária, a legenda refere que “todos os 21 líderes” que participaram no encontro usaram aquela mesma roupa e que, “todos os anos, a cimeira para a Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC) dá aos líderes mundiais a oportunidade de se equiparem com as vestes tradicionais do país anfitrião para a chamada ‘foto de família'”. Foi o que aconteceu naquele caso e que deu origem à imagem seguinte.

@GETTYIMAGES

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Neste ano, os líderes dos 21 países da APEC estiveram reunidos no Vietname e vestiram a túnica de seda “ao dai”, uma veste tradicional do país asiático.

Conclusão

Não, os líderes dos EUA, Rússia e China não foram fotografados enquanto participavam num “encontro secreto” de maçons. A imagem foi captada na edição de 2006 da cimeira para a Cooperação Económica Ásia-Pacífico.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge