A edição 2014/15 da I Liga de futebol arranca nesta sexta-feira com o confronto entre FC Porto e Marítimo, jogo antecipado da primeira jornada da prova, no Estádio do Dragão, a partir das 20h00. Sob a arbitragem de Carlos Xistra, de Castelo Branco, portistas e funchalenses entram em campo com objetivos diferentes, numa competição alargada a 18 clubes, devido à integração do Boavista na principal divisão, conforme decisão do Conselho de Justiça ainda na temporada passada.

O FC Porto parte, como sempre, em busca do título de campeão e à procura do futebol “perdido” na temporada passada (terceiro classificado), muito aquém do praticado em épocas imediatamente anteriores, enquanto o Marítimo persegue os lugares de acesso às eurotaças, também com novo treinador, como os portistas.

Na convocatória “azul e branca”, o destaque vai para a confiança do também estreante técnico espanhol Julen Lopetegui no jovem talento Rúben Neves, de apenas 17 anos, além da integração de oito dos 13 reforços contratados durante o defeso. São, por isso, opções para o encontro de hoje o guarda-redes Andrés Fernández, o defesa Martins Indi, os médios Casemiro, Evandro e Óliver Torres e os avançados Brahimi, Tello e Adrián Lopéz.

Por sua vez, o treinador do Marítimo, Leonel Pontes, convocou seis reforços para a visita ao “Dragão”, nomeadamente o recém-chegado Maazou, avançado contratado ao Vitória de Guimarães, o central Kaj, os médios Fernando Ferreira e Bruno Gallo e os avançados Edgar Costa e Dyego Sousa.