Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Não se fala noutra coisa – o iPhone 6 dobra, curva, verga-se. São as várias traduções para o problema que a Apple não esperava. Não esperava e não quer aceitar: “é extremamente raro para um iPhone dobrar”, assegura porta-voz da empresa. Mas não aceitar é diferente de não assumir, e a Apple convida todos aqueles que tiverem um telemóvel ligeiramente mais curvado a usarem os serviços que têm à sua disposição. Até à data só nove utilizadores denunciaram os estragos.

A Apple quer acabar com os rumores que enchem as páginas das redes sociais. O circo está montado. E a paródia é quase sempre feita de iPhone 6 na mão. 9gag, 4chan, reddit, entre outros, têm ganho muitos cliques à custa da empresa norte americana. A Apple está a usar todos os recursos e até convidou os jornalistas para uma visita à fábrica onde se pode ver o iPhone exposto a situações extremas e sem dobrar até ao fim.

Numa clara alusão ao escândalo da administração Nixon, o “incidente” já foi apelidado de bendgate. E, se se costuma dizer que não há má publicidade, neste caso foram algumas das marcas concorrentes, e não só, que aproveitaram o mau momento da Apple para fazerem anúncios aos seus produtos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR