O empresário Alexandre Soares dos Santos afirmou nesta terça-feira que detesta investimento chinês, considerando que “não traz coisíssima nenhuma” ao país.

“Detesto investimento chinês, porque não traz coisíssima nenhuma”, “nem ‘know how [conhecimento]” nem sequer “management [gestão]”, afirmou o antigo presidente da Jerónimo Martins, empresa proprietária, entre outros negócios, da rede de distribuição Pingo Doce. Alexandre Soares dos Santos falava durante a sua intervenção na conferência ‘Portugal em Exame’, com o tema ‘Três gerações, três visões sobre o país’, organizada pela revista Exame em parceria com o Banco Popular.

As declarações do empresário surgem na sequência do aumento dos interesses chineses em Portugal. A China Three Gorges tomou uma posição superior a 21% no capital da EDP, a Fosun tornou-se proprietária da seguradora Fidelidade que, há poucos dias, comprou a Espírito Santo Saúde, e a State Grid assumiu uma posição de 25% no capital da REN.