Um passageiro da Transportadora Aérea Angolana (TAAG) ficou ferido quando um voo que ligava Lisboa e Luanda na segunda-feira foi atingido por turbulência, informou a companhia.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a companhia aérea estatal angolana refere que o voo, com 273 passageiros a bordo, sobrevoava Marrocos quando, no momento das refeições, encontrou um ‘jet stream’ (corrente de vento de alta velocidade).

“A turbulência a bordo impediu o serviço de refeições e infelizmente provocou ferimentos ligeiros num passageiro, que não tinha o cinto de segurança apertado, que foi imediatamente assistido pela tripulação”, adianta a nota.

Segundo a TAAG, o comandante do avião decidiu continuar voo, após análise de risco, tendo a aeronave chegado a Luanda na hora prevista, pelas 18:30 (17:30 em Lisboa) de segunda-feira.

A nota sublinha que os “‘jet streams’ são um fenómeno meteorológico normal, que justificam alguns procedimentos de segurança, tal como o aviso para a colocação do cinto de segurança pelos passageiros sempre que estejam sentados”.

Conforme acordo celebrado em outubro no Dubai, a TAAG vai passar a ser gerida pela companhia aérea Emirates, dos Emirados Árabes Unidos.