O antigo fuzileiro Eddie Routh foi hoje condenado a prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional pelos homicídios do atirador Chris Kyle e de Chad Littlefield num campo de tiro no estado norte-americano do Texas em fevereiro de 2013.

O atirador norte-americano Chris Kyle inspirou o filme “Sniper Americano”, realizado por Clint Eastwood.

Um júri formado por dez mulheres e dois homens considerou Routh, de 27 anos, culpado, após um julgamento de duas semanas realizado na cidade de Stephenville, no Texas.

Eddie Routh tinha alegado demência durante o julgamento, que coincidiu com a exibição nos cinemas do filme de Clint Eastwood.