Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um euro esteve a valer menos de 1,10 dólares esta quinta-feira, poucas horas após uma reunião do Conselho de Governadores do BCE em que o banco central deu mais detalhes sobre o programa de estímulo monetário que vai arrancar na segunda-feira, dia 9 de março. Desde setembro de 2003 que a moeda única não valia tão pouco face ao dólar, um par cambial que em 2008 estava próximo de 1,60 dólares.

1,0988 dólares. Depois de uma conferência de imprensa em que Mario Draghi, o presidente do BCE, anunciou que o banco central vai começar a comprar dívida pública na segunda-feira, a moeda única fixou um novo mínimo de quase 12 anos face ao dólar.

EURUSD Curncy (EUR-USD X-RATE) 2 2015-03-05 17-10-44

O euro tem vindo a cair face ao dólar no último mês, descendo esta quinta-feira para mínimos de quase 12 anos. Fonte: Bloomberg

São divulgados na sexta-feira os dados mensais sobre o mercado de trabalho nos EUA, que serão importantes para avaliar as probabilidades de que a primeira subida da taxa de juro pela Reserva Federal (desde a crise) esteja à distância de alguns meses. Com a política monetária na zona euro cada vez mais expansionista e, em contraste, perspetivas de uma normalização da política monetária nos EUA, o euro fica sob pressão. Isto apesar dos dados económicos animadores que saíram esta semana na zona euro e do maior otimismo revelado por Mario Draghi esta quinta-feira.

Com este contraste como pano de fundo, a moeda única parece dirigir-se para a paridade que vários bancos de investimento preveem que irá verificar-se até ao final do ano. Os analistas do Barclays Capital, por exemplo, estimaram no mês passado que até final de setembro o euro cairá para 1,05 dólares e atingirá um dólar até final de 2015. “Num contexto de uma situação positiva [na economia] dos EUA e de um BCE mais pró-ativo, continuamos a ver um potencial de descida substancial para o euro”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A moeda única também está sob pressão face a outras moedas. Face à libra esterlina, por exemplo, chegou esta quinta-feira a cotar a 72,2 pence, um mínimo desde o início de 2008.