Em fevereiro de 2010, no âmbito do projeto Comer o Mundo, o chef Kiko Martins e a mulher Maria fizeram uma viagem que passou por 23 países em 365 dias, com o objetivo (plenamente cumprido, diga-se) de desvendar culturas gastronómicas distintas, provando e aprendendo de tudo um pouco nos quatro cantos do mundo. Agora, cinco anos e dois restaurantes (O Talho e A Cevicheria) depois, Kiko volta às viagens, desta vez, porém, sem sair do primeiro restaurante que abriu em Lisboa, O Talho.

kiko martins

O chef Kiko Martins (Foto: Reinaldo Rodrigues / Global Imagens)

“A ideia foi escolher alguns países onde estivemos na viagem, cuja cozinha me marcou, e convidar alguns chefs amigos para as vir recriar n’O Talho”, conta Kiko.

Assim, às 20h30 do último domingo de cada mês (“escolhi os domingos à noite por ser um dia em que a maior parte das cozinhas não trabalha”, explica o chef), a começar no próximo, 29 de março, e a acabar a 28 de junho, a cozinha do restaurante recebe Marlene Vieira (Avenue), Miguel Laffan (L’And), Paulo Morais (Umai, agora só em versão pop up, e responsável pelo School) e Henrique Sá Pessoa que vão, respetivamente, fazer incursões pelas cozinhas de México, Líbano, Vietname e Japão.

São jantares de menu único, com cinco pratos, e um preço fixo de 45€ por pessoa. E o primeiro, a avaliar pela amostra revelada por Kiko Martins, promete: vai incluir sopa azteca, magret de pato com um molho mexicano, carnes cruas e até insetos. As reservas devem ser feitas para o número de telefone d’O Talho: 21 315 4105. Boa viagem.