A fotografia mostra Kim Jong-un a apontar orgulhosamente para um míssil submarino balístico lançado à distância no mar. Contudo, alguns especialistas afirmaram esta terça-feira que a imagem é falsa e que a Coreia do Norte está “a anos desse tipo de tecnologia“, conta o Telegraph. A fotografia terá sido manipulada pelo Governo norte-coreano como instrumento de propaganda.

https://twitter.com/worldnews_net/status/600954965016899584

Especialistas alemães em tecnologias aeroespaciais afirmaram que as imagens terão sido “altamente modificadas”. É possível notar que, na água, o suposto rasto de chamas deixado pelo míssil não se alinha com a sua trajetória.

“Considerando o historial das decepções da Coreia do Norte, parece plausível admitir que qualquer capacidade norte-coreana em termos de [mísseis submarinos balísticos] SLBM está ainda muito distante no futuro, se é que alguma vez surgirá“, declararam à agência Reuters Markus Schiller e Robert Schmucker da empresa Schmucker Technologie.

As imagens transmitidas pela televisão norte-coreana mostram também que o míssil disparado deixa para trás um rasto de fumo branco. Contudo, existe outra imagem divulgada pelo Governo de Kim Jong-un que mostra um outro míssil sem esse fumo branco. Supostamente, as duas fotografias referir-se-iam a dois mísseis com sistemas de propulsão diferentes, segundo os especialistas da Schmucker Technologie.

O almirante da marinha norte-americana, James Winnefeld, afirmou na terça-feira que “os editores de vídeo inteligentes” da Coreia do Norte escondem o facto de que Pyongyang ainda se encontra a “muitos anos” de conseguir desenvolver mísseis balísticos lançados por submarinos.