Cocktails

“Breaking Bad” inspira bar de cocktails em Londres

121

Uma autocaravana feita laboratório onde qualquer pessoa pode “cozinhar” a sua droga, desde que seja líquida e na forma de cocktail. É isto que vai circular em Londres a partir de julho.

O ABQ vai dar de beber ao Heisenberg que há em si (salvo seja).

Facto: o mundo é um lugar carregado de cocktail bars para todos os gostos e níveis de sofisticação. Desafio: como criar um novo cocktail bar que se distinga de todos os outros? Solução: buscar inspiração e mais qualquer coisa em Breaking Bad, uma das mais populares séries de televisão dos últimos anos em todo o mundo.

Assim pensou e assim fez Seb Lyall, criador da Locappy (uma app para pôr em contacto comércio e comunidades locais). E assim nasce o ABQ, um bar sobre rodas, mais propriamente sobre as rodas de uma autocaravana como aquela em que Walter White e Jesse Pinkman (personagens protagonistas de Breaking Bad) iniciaram a sua carreira de produtores da droga mais procurada no Novo México. E arredores.

O ABQ (assim batizado para evocar a cidade de Albuquerque, onde boa parte da ação da série se passa) é um bar pop-up que circulará em Londres a partir de julho e, segundo anunciado, durante três meses. Nele será possível, por 30 libras (cerca de 42 euros), consumir dois cocktails artesanais fabricados pelo cliente nos workshops de mistura dados por especialistas na matéria. Isto, obviamente, num ambiente decorado com todo o tipo de parafernália comum às épicas sessões de “cozinha” de White e Pinkman, incluindo máscaras de gás.

As inscrições para visitas estão abertas e, até ao momento, mais de 23 mil Heinsenbergs (perdão, pessoas) já registaram online a sua intenção de reserva. De acordo com os mentores do projeto, o ABQ tem capacidade para 22 convivas em simultâneo.

Recorde aqui como tudo começou numa autocaravana em Breaking Bad:

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Pais e Filhos

O curriculum dos pais /premium

Eduardo Sá
135

Num mundo em que os filhos nos pedem “Pai, vê aí, no Google, se Deus existe!”, temos de reconhecer que sermos pais é aquilo que mais nos torna “reserva natural da vida selvagem”.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)