Pelo menos seis pessoas morreram e uma ficou ferida devido à passagem do furacão Patrícia no estado mexicano de Jalisco, indicaram neste domingo fontes oficiais à agência Efe. Entre as vítimas mortais estão uma mulher argentina e uma mexicana, do estado de Coahuila, no norte do México, que foram atingidas, na sexta-feira, por uma árvore.

A queda da árvore, provocada por ventos fortes, causou ainda ferimentos noutra mulher, que está hospitalizada com uma lesão na coluna.

As três mulheres acampavam com um grupo de amigos no bosque de Tapalpa, em Jalisco, a 200 quilómetros da costa sul, onde o furacão chegou a terra na sexta-feira e provocou os piores estragos.

Tapalpa está perto de Mascota, cidade de onde foram retiradas 600 pessoas devido ao transbordo do rio, que causou danos em 250 casas.