Mais de 50 milhões de pessoas foram alertadas para uma tempestade potencialmente paralisante. Muitas zonas da costa leste dos Estados Unidos da América recebem o que a BBC garante ser uma “tempestade histórica”, que deverá cortar caminho entre Washington, D.C. e Connecticut.

Em causa podem estar níveis recorde de queda de neve entre sexta-feira e sábado — são esperados 60 centímetros de neve em algumas zonas, escreve o Wall Street Journal –, e rajadas de vento capazes de atingir os 100 quilómetros por hora. As pessoas foram aconselhadas a ficar em casa.

Como resultado, várias escolas foram encerradas e milhares de voos cancelados — a Lusa fala no cancelamento de 2.544 voos que deveriam ter descolado esta sexta-feira e outros 2.565 agendados para sábado, sem esquecer restrições à circulação.

A isso acrescenta-se a corrida desenfreada aos supermercados por parte de muitas pessoas, o que se traduziu em longas filas de espera e prateleiras vazias nos supermercados.

https://twitter.com/CherguiaMbark/status/690491626830061568

O estado de emergência foi declarado no Tennessee, Carolina do Norte, Virginia, Maryland, Pennsylvania e no distrito de Columbia, bem como em partes de outros estados norte-americanos. Até ao momento, e de acordo com BBC, oito pessoas morreram em acidentes de carro.

A NASA disponibilizou uma página na internet onde é possível seguir o desenrolar da tempestade.