Os dois suspeitos que estariam em fuga após o tiroteio com a polícia num subúrbio de Bruxelas, na Bélgica, terão sido detidos, segundo um canal de notícias flamengo. Um dos suspeitos terá sido detido na terça-feira à noite e o outro esta quarta-feira de manhã. O primeiro atirador foi morto durante o assalto.

Segundo a polícia belga, o ataque desta terça-feira estará relacionado com os atentados de Paris. As autoridades dão explicações às 9h30 numa conferência de imprensa.

O jornal belga La Dernière Heure avança, citando uma emissora local flamenga, que estes dois suspeitos terão sido detidos pelas autoridades entre a noite de terça-feira e a manhã desta quarta-feira. Os dois alegados atiradores do incidente de Forest serão Khalid e Ibrahim El Bakraoui, de 27 e 30 anos, respetivamente. Os dois suspeitos já seriam procurados pela polícia belga, um deles por atividades terroristas, o outro por uma pena que teria para cumprir.

No entanto, nem os nomes, nem as detenções foram ainda confirmados pela polícia belga, que, oficialmente, apenas falou através de um comunicado enviado na noite de terça-feira, no qual confirmou que a operação levada a cabo estava diretamente relacionada com os ataques de Paris, e que “uma ou mais pessoas abriram imediatamente fogo contra os agentes policiais, assim que estes forçaram a entrada no apartamento”.

Na operação, quatro polícias foram feridos: três numa primeira fase, um polícia francês (um quarto agente) numa segunda troca de tiros.

Um suspeito armado com uma kalashnikov foi morto durante o assalto.