O início de 2016 foi algo conturbado para as marcas do Grupo VW, especialmente no EUA onde a crise das emissões foi mais sentida, mas a realidade é que, desde então, a empresa germânica tem vindo a recuperar e a prova é que, ao fim dos nove primeiros meses de 2016, é já o construtor que mais veículos vende no mundo, ultrapassando a Toyota, a líder do ranking em 2015, em mais de 80.000 viaturas.

Entre Janeiro e Setembro, o Grupo VW comercializou 7,61 milhões de veículos, um valor que excedeu em 2,4% as vendas em igual período no ano anterior. Enquanto isto, o Grupo Toyota conquistou 7,53 milhões de clientes, crescendo apenas 0,4% face a 2015.

Separados ao fim de nove meses por apenas 80.000 carros, os alemães têm no mercado europeu e, sobretudo, no mercado chinês os seus principais apoios. Basta recordar que na China, as suas vendas – 2,58 milhões de modelos –, são três vezes superiores às do seu rival japonês. Nos EUA, onde as vendas da VW caíram mais substancialmente, as da Toyota tropeçaram igualmente (-2,4%), uma vez que o reduzido preço da gasolina tornou menos apetecível os híbridos como o Prius.