O presidente do Parlamento Europeu, o social-democrata Martin Schulz, vai deixar o cargo para se lançar na política alemã, podendo vir a desafiar a chanceler Angela Merkel nas legislativas de 2017, conta a Euronews e a imprensa local daquele país.

“Tentei melhorar a credibilidade da política aqui”, disse esta manhã, em conferência de imprensa, o presidente do Parlamento Europeu. “Fiquei próximo do projeto europeu, em termos de unificação europeia. (…) Não ficarei para um terceiro mandato enquanto presidente do Parlamento Europeu. Esta não foi uma decisão fácil de tomar.”

A Euronews levanta duas hipóteses sobre o futuro de Martin Schulz, de 60 anos: irá correr para o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha ou irá procurar suceder a Angela Merkel nas legislativas de 2017?

Angela Merkel anunciou no domingo a intenção de concorrer às eleições de agosto, para garantir o quarto mandato à frente do Governo germânico.