Numa altura em que a Europa ainda aguarda pela chegada do Opel Ampera-e, variante europeia do americano Chevrolet Bolt EV, embora viva já deslumbrada com as capacidades e autonomia dos também americanos (e eléctricos) Tesla, a Consumer Reports (CR), organização não-governamental de testes e classificação de produtos nos EUA, vem agora garantir que, em termos de quilómetros percorridos com uma única carga de bateria, é o veículo da General Motors que melhores resultados consegue.

Segundo o teste de longa duração levado a cabo pelo organismo, o pequeno compacto eléctrico norte-americano conseguiu fazer 250 milhas (pouco mais de 402 km) com uma única carga. O que não só é mais do que as 238 milhas (383 km) anunciadas pela Agência de Protecção Ambiental (EPA) para o modelo, como suplanta a autonomia conseguida pela CR nos testes realizados com dois modelos Tesla – o Model S 75D de 2016, que fez um total de 235 milhas (378 km) com uma única carga, e o Model X 90D, que terminou o teste com um total de 230 milhas (370 km) percorridas. Mas, ao contrário do que aconteceu com o Bolt, ambos os modelos conseguiram resultados mais positivos nos testes da EPA, com autonomias de 259 (417 km) e 257 milhas (414 km), respectivamente.

Conforme revela também o organismo, no comunicado entretanto divulgado, os responsáveis pelos testes de autonomia em veículos eléctricos foram mesmo ao ponto de “colocar o Bolt lado a lado com o Model S 75D”, sendo que “o Tesla ficou sem energia após cumprir 235 milhas, ao passo que o Chevrolet conseguiu fazer ainda mais 15 milhas (24 km)”.

Aos mais atentos, que não deixam de recordar o facto de que existem modelos Tesla com maior autonomia, a Consumer Reports salienta que o objectivo passou por comparar modelos de preços semelhantes. Razão pela qual, para competir com o medianamente acessível Bolt, foi escolhido o Tesla mais barato.

Mas se, ainda assim, tem dificuldades em acreditar que tal seja possível, então, o melhor é ver o vídeo e confirmar com os seus próprios olhos.