O centro comercial do Campo Pequeno, em Lisboa, já foi reaberto depois de ter sido evacuado devido a uma mala suspeita, confirmou fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP) ao Observador.

A situação foi “normalizada” por volta das 22h40 desta segunda feita — cerca de quatro horas depois de ter sido dado o alerta. A mala foi “retirada” e “avaliada” uma vez que “as suspeitas não se confirmaram”, revelou a mesma fonte.

O centro comercial foi evacuado horas depois de o parque de estacionamento ter sido evacuado horas antes, uma vez que o conteúdo da mala ainda não tinha sido determinado. A linha amarela do Metropolitano de Lisboa chegou mesmo a estar “interrompida por escassos minutos” por ter sido necessário “alargar o perímetro”.

Mesmo com o centro comercial e parque de estacionamento evacuados, as pessoas puderam retirar os carros. Foram dadas “instruções para deixar sair os carros, desde que não estejam na zona mais restrita”. De acordo com informação da PSP dada ao Observador, a evacuação ocorreu de forma “pacífica“, os protocolos foram “respeitados” e as pessoas saíram “calmamente e foram sendo informadas” sobre a situação.

Cidadão deu alerta depois de encontrar mala junto ao seu carro

O alerta foi dado entre as 18h20 e as 18h30, depois de um cidadão ter encontrado uma mala abandonada junto ao seu carro. As autoridades criaram um perímetro de segurança no local e iniciaram os procedimentos normais do protocolo de ameaça de bomba, tendo dado ordem para retirar as pessoas da zona. Foram mobilizados para o local elementos do Centro de Inativação de Engenhos Explosivos e Segurança do Subsolo da PSP, do INEM e do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa.

Mais de duas horas depois, a situação estava “controlada” mas os elementos ainda se encontravam no local, assegurou fonte da PSP ao Observador, acrescentando que as autoridades estiveram a tentar perceber através das imagens de videovigilância do centro comercial “qual a origem da mala e como é que apareceu naquele local” — algo que se revelou ser um falso alarme.