Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A discussão é antiga: deve ou não deve mudar a hora? Por causa disso, e depois de apelos de eurodeputados para se acabar com a medida que duas vezes por ano faz mudar a hora dos relógios, a Comissão Europeia criou uma consulta pública no site oficial para perguntar aos europeus o que acham. Manter o horário de verão ou cada país escolher o próprio, são as opções. No fim, tantos quiseram participar que o site com o questionário, duas horas depois, ficou inacessível. À hora da publicação desta notícia, o questionário continuava inacessível.

A diretiva 2000/84/EC estipula que todos os países da União Europeia devem alterar a hora duas vezes ao ano ao mesmo tempo, no último domingo de março e no último domingo de outubro. Segundo o documento a mudança é para “o bom funcionamento de determinados sectores, não só o dos transportes e o das comunicações, mas também outros sectores da indústria”.

Como explica a Comissão, a alteração para o horário de verão, em que se adianta uma hora nos relógio em relação ao horário de inverno, já data desde a primeira Grande Guerra. Na altura, o motivo era “poupar energia”, além de melhorar as oportunidades de lazer e uniformizar o horário entre países. Contudo, o mesmo órgão europeu explica que vários estudos têm demonstrado que a poupança de energia com a mudança de hora é marginal e que os benefícios não são claros.

Em fevereiro de 2018, o Parlamento Europeu aprovou uma resolução para perceber qual o posicionamento da maioria dos cidadãos quanto à mudança horária. Esta consulta estará disponível, segundo a Comissão Europeia, até dia 16 de agosto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O questionário, como explica o El Espanol, tem várias perguntas ao todo: se experiência da mudança de horário é positivo para ou negativa, quais os motivos por que se devia abolir o regime. Por fim, a pergunta mais importante: deve-se acabar definitivamente com o horário de inverno ou de verão?

Parlamento Europeu quer acabar com hora de verão na Europa