É aquela altura do ano em que Apple mostra os produtos com que quer inovar no mercado. Tim Cook, o presidente executivo, vai subir esta quarta-feira ao palco do Steve Jobs Theater, na sede da empresa, em Cupertino, na Califórnia. Como de costume, nada se sabe ao certo, mas o que não faltam são rumores: novos iPhone X, Apple Watch, iPad, entre outras novidades. Deixamos, em cinco pontos, o que pode esperar.

No site oficial da Apple, na secção para seguir o evento em direto, apenas está esta imagem com o misterioso círculo que lembra a arquitetura da sede da empresa

Novos iPhone X para todos os gostos (e ainda mais caros)

O tweet que mostra os que podem ser os novos iPhone

É o segredo (muito) mal guardado deste ano. Pode fazer tudo parte do marketing da Apple para criar expectativa para o evento desta quarta-feira, mas publicidade ou não, é difícil não vir a acontecer. Segundo revelou a Bloomberg, a gigante tecnológica vai lançar não um, mas sim três novos iPhone. Tendo lançado, em 2017, o iPhone 8, 8 Plus e o X (que se lê “10”), parece que o “entalhe” do topo de gama da Apple — que até já foi copiado por outras marcas como a Huawei, durante 2018 — vai ser alargado a novos modelos com modelos “s”, a letra utilizada pela Apple para versões melhoradas de modelos já no mercado.

Segundo os rumores, o nome do novo iPhone deve ser Xs e vai ter um irmão maior, o XS Max, que em vez das 5,8 polegadas do X, vai ter um ecrã maior (provavelmente de 6,1 polegadas). O preço do Xs deverá rondar os 1100 euros, como o X, de 2017. Já o Xs Max poderá ser ainda mais caro, elevando a fasquia já imposta pela Apple neste mercado. Contudo, deve aparecer uma nova cor: o dourado.

E, quanto a novos iPhone, não é tudo. Se, por um lado, a Apple pode ter novos smartphones mais caros, espera-se que apresente uma versão mais em conta do X. O nome pode ser XC ou XR (como o iPhone 5c, um modelo mais barato dos iPhone lançado em 2013). Contudo, com preço reduzido, há coisas que se perdem. Este possível modelo vai ter menos capacidade de memória e um processador menos potente. Já o tamanho deve ser de 6 polegadas (não, segundo a imprensa especializada, não é desta que a Apple vai lançar um SE2, o bem sucedido iPhone de 4 polegadas lançado em 2016).

 Novo iOS deverá ter o dobro do desempenho

O iOS 12, o sistema operativo móvel para equipamentos Apple, foi anunciado em junho, na conferência anual para programadores. No entanto, desde esse evento, não existiram novas notícias quanto àquela que será a nova forma de interagir com iPhone e iPad. O iOS 12, que vai ter o dobro do desempenho dizer aos utilizadores para pousarem o smartphone, deve receber data de lançamento neste evento. Devem ser também anunciadas novas especificações pensadas para os novos dispositivos a anunciar.

Um Apple Watch maior e com novo design

O mercado de smartwatches veio para ficar, como têm mostrado as grandes marcas de smartphones. Como referiu Tim Cook, só o departamento de vendas destes produtos wearables da Apple é do tamanho de “uma das maiores empresas do mundo [da Fortune 300]”. Apesar de a californiana ter lançado o Apple Watch Series 3 em 2017, este ano poderá apresentar um modelo completamente novo, com um ecrã maior, mais funcionalidades e com um novo design.

A imagem do que pode ser o novo Apple Watch, num tweet do 9to5Mac

Vem aí um iPad sem botões?

Os tablets da Apple, apresentados em 2010, continuam a ser dos dispositivos mais conhecidos da gigante tecnológica e neste evento podem ser apresentadas novas versões “Pro”. Apesar de a empresa ter lançado, este ano, modelos mais baratos e direcionados a estudantes, pode ser que a Apple apresente novos modelos Pro, com um design sem botões e com reconhecimento facial, como o iPhone X, revela o The Guardian.

E só mais uma coisa…

Podemos prever novos smartphones e relógios da Apple, mas se há coisa que a empresa que mudou o conceito de telemóveis e que convenceu o mundo que um entalhe não ocupa espaço num ecrã, é que há sempre “só mais uma coisa” que pode ser anunciada. Sejam Animoji ou novos portáteis Macbook, a Apple tem conseguido manter segredos até ao dia do evento anual e para conhecê-los é preciso esperar que o evento termine. Até lá, é sempre bom rever as vezes em que Steve Jobs, fundador da Apple, disse “só mais uma coisa” nas suas apresentações, brindando os fãs da marca com o melhor que deixou para o fim.

https://www.youtube.com/watch?v=hyCzbXx9i-M

Esta vai ser uma apresentação especial para a Apple (e para Tim Cook): é o primeiro evento que acontece depois de a empresa ter atingido uma valorização de um bilião de dólares em bolsa. Foi a primeira a fazê-lo. Perto das 18h00 desta quarta-feira acompanhe aqui, no Observador, as novidades daquele que é o maior evento anual da Apple.