Pequim, 30 jun 2019 (Lusa) – A dívida externa chinesa registou um crescimento mais lento no final de março, fixando-se nos 1,97 biliões de dólares (1,7 biliões de euros), noticiou este domingo a agência de notícias estatal Xinhua, que cita dados oficiais.

A Administração Estatal de Divisas deu conta de um aumento de 0,3% ou 6,5 mil milhões de dólares (5,7 mil milhões de euros) desde o final do ano passado. A dívida externa em renminbi contribuiu em especial para o aumento no primeiro quadrimestre, cuja proporção em relação ao total da dívida em circulação cresceu 0,8 pontos percentuais em relação a 2018.

O saldo de títulos da dívida no primeiro quadrimestre aumentou 4,3% em relação ao final do ano passado, correspondendo a 22,6% do total da dívida externa em circulação. A China registou um crescimento constante na procura dos investidores estrangeiros por títulos domésticos em renminbi, sublinhou Wang Chunying, porta-voz da Administração Estatal de Divisas.