A Volkswagen vai lançar o seu primeiro veículo eléctrico com uma autonomia interessante e um preço acessível. Ou, melhor dizendo, canhão. O pequeno citadino e-up!, que conhecemos durante anos com uma bateria de 18,7 kWh e 160 km de autonomia em NEDC, que baixava dramaticamente para 135 km em WLTP, ressurge no mercado nacional com 36,8 kWh e 265 km entre recargas – sensivelmente o mesmo do Nissan Leaf de 40 kWh (270 km), o que o torna uma proposta extremamente interessante.

Os veículos eléctricos, de momento, ainda não são solução para todos os automobilistas, mas a realidade é que já são para muitos. A começar pelos que desejam um segundo carro para a família e têm postos de recarga nas proximidades da casa ou do trabalho. São ainda uma proposta muito interessante para as empresas, do ponto de vista financeiro, uma vez que ao permitir a recuperação do IVA e a isenção de IUC, entre outros incentivos, tornam-se particularmente apetecíveis. Contudo, é necessário assegurar um mínimo de autonomia, o que antes não acontecia com o VW e-up!, mas que passa a acontecer com a mais recente versão, com capacidade reforçada e autonomia a condizer.

Tudo indica que a VW consegui “enfiar” 36,8 kWh de acumuladores onde antes apenas cabiam 18,7, ou seja, quase metade. Este é um ‘milagre’ quase vulgar e que se prende com a evolução das baterias nos últimos cinco anos, período em que a densidade energética aumentou tanto que passou a permitir praticamente ter o dobro da capacidade no mesmo volume e, parcialmente, peso e preço.

Com 36,8 kWh, o renovado e-up! passa a ter uma autonomia muito respeitável, com 265 km entre recargas, o que o posiciona como uma alternativa válida para a maioria dos lares, tal como vai igualmente acontecer com os seus irmãos Seat Mii Electric e Skoda Citigoe iV. Em Portugal, o novo e-up! com baterias mais generosas vai estar à venda a partir de Janeiro de 2020, com um preço de apenas 20.000€, sendo que os interessados poderão encomendá-lo a partir de Outubro deste ano.

Apesar do preço canhão, o “super” e-up! vai estar equipado de série com mais equipamento, incluindo jantes de 15” e Car Connect. Mantém-se o sistema que recorre ao telemóvel do utilizador para, através de uma app, desempenhar o papel de display, através do qual está acessível o sistema de navegação (waze), gestão de energia, estado da carga, consumo e autonomia, entre muitas outras funções, que continuam a estar disponíveis no seu bolso, mesmo depois de estacionar o veículo. A começar pela funcionalidade que nos permite encontrar o veículo quando o estacionámos num enorme parque de estacionamento e não nos recordamos bem onde…