A cidade de Nara foi em tempos a capital do Japão e é famosa pelos históricos templos e também pela população de veados selvagens que alberga. Mas 14 veados morreram desde março e grandes quantidades de plástico foram encontradas no estômago de nove dos animais. As autoridades locais estão agora a alertar os turistas para não alimentarem os veados, conta o The Guardian.

De acordo com um grupo local que luta pela defesa da natureza, os veados ingeriram sacos de plástico, invólucros de doces e outros objetos que turistas deitaram para o chão. Um dos veados tinha ingerido 4,3 quilos de plástico, relatou um membro da Fundação Para a Preservação dos Veados de Nara.

As autoridades japoneses apelam aos visitantes do parque nacional onde vivem cerca de 1.300 veados para que não levem embalagens de plástico para aquele local. E os turistas podem comprar comida própria para alimentar os animais em lojas destinadas para isso mesmo. Ainda assim, os visitantes de Nara — que aumentaram exponencialmente nos últimos anos — têm ignorado os avisos.

Os veados terão ingerido os sacos de plástico porque foram atraídos pelo cheiro a comida. Um veterinário e membro do grupo defensor da natureza explicou que os veados morreram à fome depois de os objetos de plástico terem causado danos no sistema digestivo dos animais. 

Os veados selvagens de Nara são conhecidos por atacar turistas que os provocam com comida ou tentam tirar selfies. No Japão, são vistos como mensageiros divinos e estão protegidos com a declaração de “tesouro nacional” desde 1957, lembra o The Guardian.