O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, volta a ser o nome indicado pela direção do PS como número um da lista de candidatos do partido por Aveiro, para as legislativas de outubro. E o presidente da Câmara de Leiria, Raúl Castro, vai liderar a lista do PS em Leiria, apurou o Observador junto de fonte oficial do PS. O Observador sabe ainda que João Azevedo, presidente da Câmara de Mangualde e diretor de campanha de Pedro Marques nas eleições Europeias, será o cabeça de lista do PS por Viseu.

As comissões políticas distritais do PS de Leiria e Aveiro vão decorrer na noite desta quarta-feira, para as federações votarem os nomes que vão indicar para a lista de candidatos a deputados. Ficarão a faltar os nomes que entram pela quota do secretário-geral, António Costa, embora nestes dois casos se saiba já que os cabeças de lista que vão avançar. O Observador sabe também que por Viseu o cabeça de lista será João Azevedo, a lista da comissão política será votada na próxima sexta-feira.

Pedro Nuno Santos foi secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares até ao início deste ano, sendo o pivot das negociações diretas entre o Governo e os partidos de esquerda que apoiaram o Executivo no Parlamento. A partir de fevereiro passou a ministro das Infraestruturas depois da saída de Pedro Marques para se candidatar ao Parlamento Europeu.

Já Raúl Castro conquistou a Câmara de Leiria em 2009 e é o nome que Costa pretende ter à frente do PS-Leiria nestas legislativas. João Azevedo é o autarca de Mangualde, que Jorge Coelho classificou, num almoço de campanha, de “máquina de combate político”.

Esta terça-feira, a Lusa avançou que Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, será cabeça de lista do PS por Guarda, e que Alexandra Leitão, secretária de Estado da Educação, será a número um da lista de Santarém. As duas foram chamadas por Costa para integrarem a direção do partido no último congresso, em 2018.

O Observador sabe ainda que Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta, se prepara para ser cabeça de lista por Setúbal, o deputado Jorge Gomes (ex-secretário de Estado da Administração Interna) deve liderar a lista de Bragança, e no Porto, onde a comissão política distrital do PS se reúne esta sexta-feira à noite, António Costa estará inclinado para voltar a apostar no independente Alexandre Quintanilha. Por Viana do Castelo, o líder da lista do PS deverá voltar a ser Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação.

Para o fim, fica a reunião da comissão política distrital de Lisboa (segunda-feira), mas também a de Faro, que só se realiza domingo e que tem sido o círculo apontado ao ministro das Finanças Mário Centeno. Na terça-feira à noite, reúne-se, em Lisboa, a Comissão Política do PS para fechar e aprovar as listas em que, segundo os critérios definidos na reunião da Comissão Nacional do partido no início de junho, o líder do partido terá direito a escolher 30% do número total de eleitos em 2015.

Artigo atualizado às 16h20 com mais informações recolhidas pelo Observador sobre as listas do PS