Dark Mode Wh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Debates para as legislativas começam na segunda-feira. A CDU está contra o modelo de frente-a-frente escolhido

A cinco semanas das eleições legislativas e a cinco dias do primeiro debate entre os partidos candidatos à Assembleia da República, o Observador explica-lhe onde e quando pode assistir aos debates.

i

Imagem de um dos debates entre os candidatos às Eleições Europeias, em maio de 2019.

OBSERVADOR

Imagem de um dos debates entre os candidatos às Eleições Europeias, em maio de 2019.

OBSERVADOR

Faltam pouco mais de cinco semanas para os portugueses escolherem a nova constituição do hemiciclo e apenas cinco dias para o primeiro duelo a dois, na SIC. O atual primeiro-ministro estará frente-a-frente, durante 30 minutos, com Jerónimo de Sousa, naquele que é o primeiro de 13 debates a dois até 23 de setembro, o último dia de debates, já depois do início da campanha eleitoral.

Por estar contra o modelo de debates escolhido para as eleições legislativas, a CDU, além dos debates a seis (a 18 de setembro nas rádios e a 23 de setembro na RTP1), só vai participar nos frente-a-frente com PS (02 setembro SIC) e PSD, os únicos a serem transmitidos em canal aberto. Os debates a dois com os restantes partidos teriam lugar nos canais de informação (RTP3, SIC Notícias e TVI24), mas o partido rejeitou participar. O modelo escolhido repete aquele que já foi utilizado há quatro anos, quando António Costa enfrentou Passos Coelho. Não haverá sobreposição nos horários de transmissão dos debates, embora aconteçam em canais de informação diferentes.

Rui Rio e António Costa vão enfrentar-se duas vezes: a primeira, a 16 de setembro, será transmitida pela RTP, SIC e TVI; e a segunda será difundida na Rádio Renascença, Antena 1 e TSF a 23 de setembro. O dia 23 de setembro é, aliás, o mais desafiante para os candidatos do PS e PSD, que, além do debate a dois durante a manhã, se enfrentam   novamente, umas horas mais tarde, no último debate com os seis partidos com assento no Parlamento candidatos (PSD, PS, Bloco de Esquerda, CDS, CDU e PAN). O último debate televisivo, que junta os seis partidos, será transmitido na RTP1.

Rui Rio e António Costa são os recordistas dos debates a dois, sempre transmitidos pelos canais generalistas (SIC, RTP1 ou TVI) enquanto os restantes partidos vão andar numa corrida entre os canais de informação. É esta diferenciação entre os partidos que está na origem da contestação da CDU e da recusa em participar nos debates que serão transmitidos fora dos canais generalistas. O partido considera que “não estão garantidos os princípios básicos de imparcialidade” e que as audiências dos diferentes canais criam uma diferenciação de oportunidades entre os partidos. “Um tratamento desigual assumido na sua conceção garantindo uma organização de debates baseada em partidos de primeira (PS e PSD) e de segunda categoria”, escreveu o partido numa nota na página de internet.

Rio e Costa vão estar presentes em seis debates a dois, enquanto Catarina Martins, Assunção Cristas e André Silva participam em quatro cada um. António Costa estará num debate com Jerónimo de Sousa na segunda-feira (dia 02 setembro), depois com Catarina Martins (06 de setembro), André Silva (11 de setembro), Assunção Cristas (13 de setembro) e Rui Rio (a 16 e a 23 de setembro). A primeira vez em que os seis partidos se vão sentar para debater ideias  — ou, numa versão mais recente, estar de pé atrás de um púlpito — será a 18 de setembro, nas rádios e menos de uma semana depois a 23 de setembro na RTP1.

O debate entre os partidos que não têm assento parlamentar continua por agendar, mas pode consultar abaixo as datas de todos os debates que já estão marcados, entre canais de televisão —abertos e por cabo — e rádios.

Links promovidos

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.