A cerimónia parou o país e parte do mundo, mobilizou milhões (de espectadores e libras), e colocou Meghan Markle e o príncipe Harry no centro de todas as atenções. Quase dois anos depois dessa troca de alianças em maio de 2018, é evidente que a relação com os ditames da Coroa nunca foi fácil, sobretudo depois da escalada dos ânimos nos últimos dias.

Mas a verdade é que não terão faltado detalhes na postura da futura duquesa que deixavam o presságio de que a ex-atriz norte-americana teria alguma dificuldade na adaptação ao protocolo e aos preceitos da vida no seio da família real. Os sinais são agora revelados em catadupa por parte de um batalhão de correspondentes reais e outras figuras com acesso privilegiado a este círculo mais restrito, furiosos com o furacão Megxit e dispostos a lavar toda a roupa suja nas páginas dos tabloides. A organização da boda é um desses capítulos especialmente escrutinados pelos media, chegando até ao outro lado do Atlântico, onde agora o casal pretende instalar-se.

Meiga e dedicada ou narcisista. Afinal, quem é Meghan Markle?

“Soube-se que Meghan reclamou do cheiro a mofo na capela de St George e queria vaporizá-la com ambientadores antes da cerimónia”, cita o Daily Mail sobre o edifício gótico com capacidade para 800 pessoas, sublinhando ainda ser visível que “esta era uma jovem mulher que claramente não ia aceitar a sua posição sossegadamente”. Quanto ao pedido de Meghan, não terá sido atendido.

O stress envolvendo a união e todos os preparativos foi mais longe, e alguns desses momentos de fricção foram tornados públicos na altura, apenas alguns meses depois de antigos colaboradores dos casais se afastarem de funções, em suposta rota de colisão com o par. Veio à tona mais um desentendimento sobre a tiara que a noiva usaria no grande dia, uma escolha que resultou numa acesa discussão com uma das aias mais chegadas da rainha Isabel II. Foram consideradas várias tiaras, mas Meghan desejava precisamente aquela que a monarca não tencionava emprestar.

Meghan Markle cruzou as pernas e quebrou o protocolo. Veja o erro de etiqueta da duquesa

E se os casamentos, mesmo entre plebeus, envolvem por vezes várias lágrimas prévias, dados os altos níveis de tensão, ninguém se esquece do momento em que a cunhada Kate Middleton terá desatado num pranto provocado pelos modos de Markle, no rescaldo de uma discussão por causa dos vestidos das damas de honor.

Escusado será lembrar que já depois da notícia da gravidez (outro caso dado ao secretismo, também uma novidade que introduziu o devido caos na tradição), Meghan continuou alheia às possibilidades de polémica, que rapidamente se fez sentir de novo quando decidiu realizar o seu chá de bebé numa extravagante e dispendiosa festa em Nova Iorque. De resto, o capítulo mais recente da longa novela, sem fim à vista, dá conta da viagem da duquesa para o Canadá.