Família Real Britânica

Uma duquesa em Nova Iorque. Meghan Markle reuniu os amigos para o seu “chá de bebé”

200

A duquesa de Sussex e os seus amigos foram apanhados pelos jornalistas num hotel de cinco estrelas. Um berço, presentes e flores deixaram pistas sobre a festa (e o sexo do bebé?).

Chris Jackson/Getty Images

Depois do anúncio da gravidez em outubro do ano passado, e das atualizações quase diárias sobre o aguardado bebé real, faltava o momento do “baby shower”. A festa que antecipa a chegada do primeiro filho de Meghan Markle e do príncipe Harry decorreu em Nova Iorque, no The Mark Hotel, segundo avança o Telegraph. Esta terça-feira, de acordo com o jornal inglês, entre 15 a 20 amigos marcaram presença na suite mais cara do hotel de cinco estrelas, para um momento que já faria parte dos planos da norte-americana.

A duquesa de Sussex marcara uma viagem de cinco dias para o seu país de origem, da qual dispensou a habitual comitiva de segurança. Esta viagem teria como intuito visitar amigos ligados à sua antiga atividade, mas acabou por se revelar mais do que uma reunião de velhos colegas na série televisiva “Suits”. De acordo com o Telegraph, tudo teria passado despercebido não fosse uma fonte próxima de Meghan que confidenciou os detalhes desta deslocação à imprensa norte-americana.

A duquesa de Sussex terá aterrado em Nova Iorque na passada sexta-feira, dia 15, de acordo com fontes da revista Harper’s Bazaar. Esta é a primeira vez que Meghan se desloca a Nova Iorque depois do casamento e, segundo as mesmas fontes, seria a sua oportunidade para “passar tempo com os amigos e na cidade que adora”. Para além disto, pode ser a última vez que muitos deles a vêm antes de ter o bebé, esperado para abril.

Depois de alguns dias na cidade, no início do dia ontem os jornalistas acorreram às imediações do hotel onde Meghan esteve hospedada e onde decorreu o “baby shower”, testemunhando todas as movimentações. Ao longo da manhã de terça-feira flores e presentes foram entregues e, para além destes, foi também visto um berço, materializando a verdadeira razão de toda a azáfama. Entre os amigos, destaque para a atriz Abigail Spencer que contracenou com Meghan. E para quem adora especular, mesmo sem grande razão para o fazer, a antiga companheira da duquesa pode até ter revelado uma pista sobre o sexo do bebé — tudo por causa do saco que trazia consigo, com um embrulho azul, e que ao contrário dos desejos dos pais, poderia dar a entender que nascerá um menino.

A revista People, outra das primeiras publicações a lançar umas luzes sobre o verdadeiro propósito da visita de Meghan, marcou os seus passos durante a viagem. Depois da festa, a revista testemunhou um jantar entre Meghan e a tenista Serena Williams, amiga de longa data. Jessica Mulroney e Markus Anderson, outros dos amigos mais próximos de Meghan, juntaram-se à mesa, depois de terem também marcado presença na festa.

Serena Williams terá sido mesmo, segundo a Vanity Fair, a principal impulsionadora desta reunião. De acordo com a revista, a antiga número 1 do ténis feminino terá também contribuído para um evento que terá custado mais de 170 mil euros e que incluiu uma aula de arranjos florais e múltiplas sobremesas.

A sala de estar da suite do hotel onde decorreu o “baby shower” de Meghan Markle. FOTO: Scott Frances/The Mark Hotel

A viagem não deverá durar muito mais tempo já que, ainda segundo o Telegraph, Meghan Markle e o príncipe Harry têm agendada uma visita de dois dias a Marrocos, marcada para este fim de-semana.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Demografia

Envelhecimento e crescimento económico /premium

Manuel Villaverde Cabral

Nada é mais importante para países como Portugal do que o imparável envelhecimento da população e as suas consequências a todos os níveis da sociedade, da saúde ao potencial de crescimento económico.

Crónica

Amorfo da mãe /premium

José Diogo Quintela

O Governo deve também permitir que, no dia seguinte ao trauma que é abandonar a criança no cárcere escolar, o progenitor vá trabalhar acompanhado pelo seu próprio progenitor. Caso precise de colinho.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)