De acordo com a legislação europeia, todos os veículos novos comercializados em solo europeu após 31 de Março de 2018, com oito lugares ou menos, são obrigados a estar equipados com o sistema eCall. Sucede que a Volkswagen detectou dificuldades no sistema que equipa o novo Golf 8, a mais recente geração do modelo que agora foi lançada em Portugal, o que obrigou à suspensão das entregas do modelo.

O eCall é um sistema relativamente simples, que se destina a evitar a demora em activar os serviços de urgência quando um automobilista se envolve num acidente violento. Nestas condições, não só muitas vezes nem sempre é possível garantir que o condutor ou passageiros estão em condições de pedir ajuda, por telefone, por exemplo, como na maioria dos casos é quase impossível indicar a localização exacta do local do acidente. Ambas as situações contribuem para um atraso na chegada do socorro, resultando potencialmente em perdas de vidas.

O botão vermelho acciona o eCall, o serviço de emergência que todos os carros novos, vendidos depois de 31 de Março de 2018, têm de montar

Para o evitar, a Comissão Europeia decidiu que todos os veículos novos deveriam ser propostos de série com eCall a partir do final de Março de 2018, com todos os modelos em circulação a serem obrigados a aderir à solução a partir, em princípio, de 2022, graças ao recurso a um dispositivo que se possa ligar ao isqueiro ou à corrente do carro.

O novo VW Golf 8, que recentemente começou a ser entregue aos clientes, foi identificado com o único modelo da marca alemã com uma anomalia no sistema, o que levou à suspensão das vendas e posterior chamada à oficina para resolver o problema. A solução passa por uma actualização de software, que segundo a SIVA, ainda não se sabe se pode ser feita apenas na oficina ou se é possível realizar com Over-The-Air, ou seja, via Internet, uma vez que todas as unidades têm uma ligação constante à fábrica, mesmo quando o serviço não está disponível para os clientes a bordo.

Em Portugal, espera-se que a solução surja nos próximos dias (embora o Der Spiegel avance um prazo mais dilatado), ainda durante esta semana, para depois actualizar os modelos que já cá estão a aguardar ser entregues, bem como os restantes (poucos) que estão nas mãos dos clientes. De acordo com a SIVA, já foi submetida uma solução para resolver o problema do eCall à KBA – Kraftfahrt-Bundesamt, ou autoridade federal para o transporte rodoviário –, que a estará a testar, tudo indicando que a luz verde surgirá dentro de dias.