Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O setor privado já está a receber doentes infetados com o novo coronavírus enviados pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

De acordo com o Público, que avança com a notícia na edição desta quarta-feira, o Hospital-Escola Fernando Pessoa, em Gondomar, tinha esta terça-feira dez doentes que foram transferidos do Hospital Padre Américo, em Penafiel — que pertence ao Centro Hospitalar Tâmega e Sousa. Isto após um contacto por parte do hospital de Penafiel, que tem estado a transferir doentes para outras unidades.

Um hospital sob pressão, negócios por um fio e pessoas com medo. “Somos olhados como as ovelhas negras no norte, já estamos habituados”

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte já adiantou que o hospital de Gondomar, com quem tem uma “convenção” desde abril para receber estes doentes dos hospitais do distrito do Porto — um acordo que é “extensível a todos os hospitais” —, deverá receber mais pacientes ainda esta semana. O Hospital-Escola Fernando Pessoa tem capacidade para acolher entre 25 a 30 utentes no âmbito deste acordo.

Ainda esta terça-feira, Óscar Gaspar, presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP), sublinhou a disponibilidade dos privados em receber doentes dos hospitais públicos, acrescentando que houve “alguns contactos “na semana passada por parte da ARS Norte e da ARS de Lisboa e Vale do Tejo para perceber qual a capacidade de resposta do setor privado.

Hospitais privados reiteram disponibilidade para responder à pandemia

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Recorde-se que ainda esta segunda-feira, durante uma conferência de imprensa, a ministra da Saúde referiu que os doentes do SNS que tenham consultas, exames ou cirurgias desmarcadas devido à pandemia serão encaminhados para unidades dos setores privado e social.

Marta Temido alerta que estado da pandemia em Portugal “é complexo” e “grave”