Obrigado por ser nosso assinante. Usufrua de leitura ilimitada deste e de todos os artigos do Observador.

Promete agilizar a marcação de todo o tipo de serviços para clientes e negócios, com uma agenda online para reservas em tempo real. A empresa portuguesa BUK nasceu em novembro de 2018, mas garante que foi nos últimos meses que viu a sua atividade e procura a aumentar drasticamente, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

A plataforma desenvolveu a sua agenda online “a pensar em todos os negócios que recorrem ao agendamento de marcações com atendimento ao cliente e nas vezes em que estes interrompem o seu trabalho para atender telefonemas e fazer marcações, muitas vezes fora do horário de trabalho”, lê-se em comunicado.

São exemplos disso os salões de beleza, barbearias, farmácias, spa’s, personal trainers, veterinários, clínicas ou centros de estética, que depois de vários meses com sem atividade ou com a atividade reduzida, procuram agora alternativas que lhes permitam ter a agenda completa, evitando aglomerados de pessoas nos seus espaços.

“Depois da pandemia, notámos que a procura da digitalização do processo de marcações passou a fazer parte das preocupações destes profissionais que, até então, não pensavam tanto nisso porque iam sempre aparecendo pessoas na loja de forma orgânica”, explica André Santos, um dos responsáveis pela marca, em comunicado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O BUK pretende transformar as chamadas não atendidas em marcações, acabando com o “tradicional ping-pong” de disponibilidade entre serviços e clientes. “Tudo isto é suportado pelos hábitos cada vez mais digitais dos portugueses, em oposição aos hábitos de marcação tradicionais, de serviços que ainda não estão prontos para a nova era digital”, referem os responsáveis.

Após uma fase de testes e entrevistas a diversos serviços, a equipa que desenvolveu o produto identificou uma maior necessidade deste tipo de serviço nas áreas de beleza e estética, “onde os negócios de pequena e média dimensão, embora geridos muitas vezes a caneta e papel, estão já conscientes do seu peso no meio digital, sobretudo nas redes sociais”.

Os utilizados do BUK podem fazer marcações online de forma completamente autónoma, através de uma página de marcações personalizada que permite escolher o serviço, colaborador, data e hora, e até efetuar o pagamento via MB Way, sincronizando a marcação com o calendário do profissional em tempo real. Para isso, basta efetuar um registo gratuito no site, optar por um dos planos disponíveis e começar a partilhar o link de marcações com os clientes. “Na véspera da marcação, os clientes recebem lembretes automáticos via email e SMS para que não falhem a marcação.”

A plataforma portuguesa foi desenvolvida pela empresa portuguesa Untold Ventures, o Product Studio sediado em Lisboa, fundado por André Moniz, André Gonçalves, André Góis e André Santos, “uma equipa que conta já com vasta experiência no universo das startups portuguesas”.