Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Os novos Tipo e Panda passam a estar disponíveis em versões RED, seguindo assim pelo mesmo caminho que o novo 500e e o 500X inauguram em Outubro, fazendo da Fiat a primeira marca automóvel a associar-se à organização criada por Bono Vox, o vocalista dos U2, para lutar contra as pandemias. Mas as novidades anunciadas pelo construtor italiano não ficam por aqui, pois o potencial de vendas do Tipo Cross, o crossover da família tipo, duplica com o surgimento de uma nova variante mais versátil e de índole aventureira, a Station Wagon, carroçaria que potencialmente servirá melhor as necessidades familiares, na medida em que vê o volume da bagageira passar para 550 dm3 de capacidade (mais 110 dm3 do que o Cross 5 Portas).

Tal como aconteceu com o 500X, as edições RED do Tipo partem sempre da versão Cross, enquanto no Panda a base é o nível de equipamento City Cross. Mas quer o utilitário quer o citadino são facilmente reconhecíveis pela cor, o “Vermelho Passione” que reveste a carroçaria e os espelhos retrovisores. Para quem não morre de amores por esta cor, mais não seja por aversão futebolística, há outras alternativas em cinzento, branco e preto. Mas, neste caso, mantêm-se as conchas dos espelhos retrovisores em vermelho. No exterior, as edições RED são ainda imediatamente identificadas pelo logótipo RED nos pilares.

10 fotos

Uma vez a bordo, o que distingue os novos Tipo e Panda RED é essencialmente a “sustentabilidade nos detalhes”, sublinha a Fiat, apontando o facto de os bancos – com o monograma Fiat e costuras vermelhas – serem revestidos com um inovador material integralmente produzido a partir de plástico retirado dos oceanos. Mas há igualmente preocupações de ordem sanitária, porque a pandemia e a filosofia da RED assim o obrigam. Daí o facto de todas as versões RED oferecerem um kit de boas-vindas que inclui uma cobertura para a chave e um doseador específico. Cuidados extra contra os vírus e as bactérias que se prolongam no tratamento biocida dos bancos e volante e também no filtro do ar do habitáculo que alimenta o sistema de climatização.

9 fotos

No 500e, o eléctrico da Fiat que inaugurou a parceria com a organização cofundada por Bono, há ainda um reforço da higienização a bordo das unidades RED, com a inclusão de um porta-luvas equipado com uma lâmpada UV-C, cuja irradiação elimina, de acordo com a marca, “mais de 99% dos vírus e bactérias na superfície exposta dos artigos”. O sistema é simples de utilizar, bastando colocar os objectos que se pretende “limpar” no interior do porta-luvas e premir o botão na consola central que acciona o sistema. Passados três minutos, um alerta sonoro e uma luz azul sinalizam que o tratamento está completo.

Por fim, a Fiat aproveitou ainda para fazer uns ligeiros retoques no 500X MY2022, renovando a frente com o novo logo “500”, enquanto na traseira sobressai o novo emblema da marca, em linha com o que acontece na variante puramente eléctrica do citadino italiano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR