Uma publicação largamente partilhada no Facebook no último dia de agosto tornou-se viral e chegou mesmo a ser noticiada em órgãos nacionais de comunicação social, com destaque para o Jornal da Noite da SIC: o The New York Times colocou, com grande destaque, uma notícia sobre a Festa do Avante na sua primeira página, na edição de 31 de agosto de 2020. Mas seria verdade? Basta consultar o arquivo do diário para perceber que a rede criada por Mark Zuckerber tinha razão ao assinalá-la como potencial notícia falsa.

Segundo a publicação naquela rede social, o diário norte-americano, um dos mais prestigiados jornais do mundo, com uma circulação em papel de cerca de meio milhão de exemplares e com 6,5 milhões de assinaturas, das quais 5,7 milhões digitais, teria noticiado, com grande destaque — na parte superior da primeira página e com direito a um mosaico de fotos — a polémica realização da Festa do Avante com o seguinte título: “Portugal will have a collective suicide party called ‘Avante’ with 33,000 guests. 4/5/6 September”. Traduzindo: “Portugal terá uma festa de suicídio coletivo chamada ‘Avante’ com 33.000 pessoas. 4/5/6 Setembro”.

A publicação no Facebook teve milhões de visualizações

Além da natural improbabilidade de o The New York Times dar tamanho destaque a um evento estrangeiro de carácter local como é a Festa do Avante, por mais polémico que este seja no país de origem, basta olhar para outra das notícias que compõem a dita primeira página para perceber que é falsa, uma mera fotomontagem. À esquerda, mesmo ao lado da foto de Jerónimo de Sousa, aparece uma notícia com o título, em tradução livre, “Em viragem à direita, eleitores do Brasil escolhem populista”, com o pós-título “Bolsonaro vence facilmente”.  Uma referência óbvia à eleição de Jair Bolsonaro como Presidente do Brasil, que aconteceu a 28 de abril de 2018.

A verdadeira primeira página da edição de 31 de agosto de 2020 do The New York Times tem, sim, como destaque, uma notícia sobre a intenção das grandes empresas petrolíferas de começarem a produzir mais plástico e a elegerem África como destino para os resíduos, história ilustrada com uma foto de um rio poluído com plástico.

Pode consultar aqui o PDF da primeira página do The New York Times do dia em causa.

A verdadeira capa do The New York Times

Conclusão:

Falso. A suposta primeira página do The New York Times não é mais do que uma fotomontagem, que nada tem a ver com a verdadeira capa do jornal norte-americano no dia 31 de agosto de 2020.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge