Dark Mode 133kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

BFA

Angola

Angola. Reservas em valor mais baixo desde 2011

As reservas líquidas de Angola em moeda estrangeira caíram para 10,1 mil milhões de dólares. "É o valor mais baixo desde pelo menos 2011, quando a atual série estatística começou", dizem os analistas.
Angola

BPI admite vender BFA em oferta na bolsa

O presidente executivo do banco, Pablo Forero, diz que está a ser equacionada uma oferta em bolsa para vender parte da posição do BPI no Banco do Fomento Angola. Mas não será este ano.
BFA

BFA com resultado líquido de 334 milhões de euros

357
O Banco Fomento Angola, participado em 48,1% pelo português BPI, anunciou um resultado líquido positivo de 416,4 milhões de dólares (334 milhões de euros) em 2017.
BPI

BPI recebeu 66 milhões de euros do BFA

O BPI já recebeu os dividendos do Banco de Fomento de Angola (BFA) referentes a 2014 e 2015, no valor de 66,1 milhões de euros.
Fernando Ulrich

Mário Leite da Silva substitui Ulrich no BFA

Mário Leite da Silva vai assumir o cargo de presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento de Angola, substituindo Fernando Ulrich.
Caixabank

Caixabank ainda não decidiu voto na venda do BFA

O Caixabank disse esta quarta-feira que ainda não decidiu se votará favoravelmente, ou não, a venda parcial do Banco de Fomento de Angola à Unitel.
BPI

Assembleia do BPI sobre venda do BFA suspensa

Os acionistas do BPI decidiram a suspensão da assembleia que deveria votar a venda de 2% do Banco Fomento Angola à Unitel, uma operação destinada a cumprir as exigências do Banco Central Europeu.
BPI

BPI. Venda de 2% do BFA é a "única solução"

A administração do BPI disse que a venda de 2% do BFA é a "única solução" para cumprir as exigências do BCE face a Angola, acrescentando que o problema tem de ser resolvido rapidamente.
Banca

Acionistas do BPI reúnem para votar venda do BFA

A assembleia-geral do BPI em que os acionistas vão decidir sobre a venda de 2% do Banco de Fomento Angola (BFA) à operadora angolana Unitel está marcada para dia 23 de novembro.
BPI

Santos Silva. Cisão do BFA é a melhor solução

Artur Santos Silva defende a solução para Angola que foi rejeitada por Isabel dos Santos. Em entrevista ao Jornal de Negócios, o fundador diz que já não estaria no BPI se estivesse tudo resolvido.
BPI

BPI recusa oferta de Isabel dos Santos pelo BFA

408
Conselho de administração do banco rejeita proposta de compra de 10% do Banco do Fomento Angola por 140 milhões de euros feita pela empresária angolana. "Não era uma boa solução", diz Fernando Ulrich.
BPI

BPI. De prejuízos a lucros. 236 milhões em 2015

Banco liderado por Fernando Ulrich voltou aos lucros. Atividade doméstica foi de 93,1 milhões e lá fora o banco ganhou 143,3 milhões.
BPI

BPI vai "analisar propostas" de Isabel dos Santos

Na resposta à carta enviada pela empresária angolana e divulgada no fim de semana, Fernando Ulrich garante que irá "analisar" as propostas de Isabel dos Santos para resolver a questão do BFA.
Banca

Isabel dos Santos quer controlo do Fomento Angola

Empresa de Isabel dos Santos, Unitel, fez uma proposta ao BPI para comprar 10% do capital do Banco de Fomento Angola. As relações entre as duas partes já foram melhores.
BPI

Solução do BPI para Angola. Separar ou vender

Solução passa por destacar BPI África e abrir capital em bolsa, mas exige acordo do BCE e de Isabel dos Santos. BPI vai também analisar reforço de Isabel dos Santos no BFA se receber proposta.
BPI

BPI estuda soluções para Angola. Venda é hipótese

Exigências do BCE levam BPI a sondar interessados na compra do Banco de Fomento Angola. O BPI confirma que está a estudar soluções para a exposição a Angola, mas diz que não tomou decisão.
Banca

Angola. De bóia de salvação a risco para a banca

259
As operações em Angola foram o refúgio de lucros para a banca portuguesa nos anos duros do ajustamento e da crise económica. Agora por causa da descida do petróleo, Angola está na lista das ameaças
Bolsa de Lisboa

BPI: Ações caem 7,5% com "dor de cabeça" em Angola

Desde a crise política de 2013 que as ações do BPI não valiam tão pouco. Hoje, dia de prestar contas anuais, voltam a cair de forma acentuada. Decisão do BCE sobre Angola é dor de cabeça para Ulrich.
A página está a demorar muito tempo.