687kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Paternidade

Porque Sim Não é Resposta

E quando um filho não quer ver o pai ou a mãe?

O psicólogo Eduardo Sá fala deste problema "bicudo". Explica que "o tribunal deve ser o último recurso", primeiro é aconselhável tentar uma conversa "mediada por um técnico entre o filho e os pais".
Porque Sim Não é Resposta

Como explicar a um filho "o que é o sexo"?

"Nunca devemos antecipar assuntos". O psicólogo Eduardo Sá dá conselhos a uma mãe preocupada, explica que "não deve haver temas proibidos mas tem de haver bom senso".
Porque Sim Não é Resposta

O que são relações estáveis?

O psicólogo Eduardo Sá explica que o "desassossego na relação é saudável, precisa de um q.b. de instabilidade". As relações estáveis "tomam-se como garantida" e são sossegadas porque não se conversa".
Porque Sim Não é Resposta

Quando um filho sente que a mãe não gosta dele

Segundo o psicólogo Eduardo Sá, há pais que sentem que "o filho não é uma escolha mas sim uma imposição". Há também "vícios de forma" que os nossos pais tiveram connosco e que reproduzimos num filho.
Porque Sim Não é Resposta

Filhos com relações fugazes e pais que se afeiçoam

Uma ouvinte revela que se apega às namoradas do filho e sofre quando os relacionamentos terminam. O psicólogo Eduardo Sá sublinha que "faz parte da vida" os filhos crescerem e relacionarem-se.
Porque Sim Não é Resposta

A pressão das boas notas e os quadros de honra

O psicólogo Eduardo Sá esclarece que "é normal" que os pais se preocupem com as notas dos filhos, mas alerta: as notas não são reflexo da inteligência, "as variáveis são imensas".
Porque Sim Não é Resposta

Como ajudar filho a lidar com limitações físicas?

O psicólogo Eduardo Sá revela que é "muito difícil" tanto para os pais quanto para a criança. Por vezes, os "pais podem ter reações saudavelmente exageradas", mas o medo "vai-se esbatendo" com o tempo
Porque Sim Não é Resposta

Há um prazo para apresentar a namorada aos filhos?

Para hoje, temos o caso de um pai que se divorciou e agora tem outra relação. Questiona-se se há um tempo recomendável para envolver os filhos. Para o psicólogo Eduardo Sá, há sim um "tempo mínimo".
Porque Sim Não é Resposta

Adolescente com dificuldade em criar laços

Ouvinte fala-nos da filha com necessidades educativas especiais que, apesar dos colegas tentarem estabelecer relações, retrai-se.
Porque Sim Não é Resposta

Jovens fumam haxixe. Pais devem ficar preocupados?

O psicólogo Eduardo Sá esclarece que é "muito frequente", pela necessidade dos jovens de "desafiar as regras". "Não faz sentido os pais preocuparem-se", a menos que o consumo se torne "escorregadio".
Porque Sim Não é Resposta

Crise leva jovens a resvalar para autocracias

Estudo mostra que apoio dos jovens entre os 18 e os 35 anos a líderes autocráticos está em crescimento. Em momentos de crise é difícil não resvalar para os populismos.
Porque Sim Não é Resposta

Manuais digitais. "Pronto a comer traz sequelas"

"Não nos podemos deslumbrar com o digital". O psicólogo Eduardo Sá lembra que "o impacto do uso de manuais digitais no secundário é completamente diferente na primária".
Porque Sim Não é Resposta

Jovens angustiados por crescer. Como ajudar?

O psicólogo Eduardo Sá esclarece que "as dores de crescimento fazem parte da evolução" em qualquer idade. Na adolescência há maior incidência pelas mudanças hormonais e corporais que se vivem.
Porque Sim Não é Resposta

Depressão pós-férias. É normal?

Trabalhadores e crianças relatam sintomas de ansiedade no regresso à normalidade. De acordo com o psicólogo Eduardo Sá, "é uma espécie de jet lag" que acontece a toda a gente.
Porque Sim Não é Resposta

Entrar na escola primária com 5 anos. Sim ou não?

Desde que seja feita uma avaliação à criança, o psicólogo Eduardo Sá não vê objeções. A discordância surge quando são os pais a pressionarem os filhos na tentativa de os fazer "ganhar um ano".
Porque Sim Não é Resposta

Início do ano letivo e problemas da escola pública

O psicólogo Eduardo Sá fala numa classe docente "tremendamente envelhecida", uma fragilidade identificada há anos, e numa "grande irresponsabilidade achar que qualquer licenciado dá um professor".
Porque Sim Não é Resposta

Como saber se acabou o "felizes para sempre"?

"Divorciamo-nos porque acreditamos no amor". O psicólogo Eduardo Sá fala de quando a vida nos troca as voltas sobre a pessoa que presumimos que era para sempre: "não acreditamos que está por um fio".
Porque Sim Não é Resposta

Dar uma "palmada" a um filho. Sim ou não?

O psicólogo Eduardo Sá fala sobre a Campanha “Nem mais uma palmada” do Instituto de Apoio à Criança: "é um bom slogan mas é preciso equilíbrio". Explica que existem atitudes "mais agressivas".
Porque Sim Não é Resposta

Creches. "O elevador social não está a funcionar"

As vagas nas creches continuam a ser um problema. O psicólogo Eduardo Sá alerta para o papel do pré-escolar: "se não estivermos atentos as crianças entram desequilibradas no ensino obrigatório".
Porque Sim Não é Resposta

Faz sentido permitir o casamento infantil?

Não votam mas podem casar-se aos 16 anos? O psicólogo Eduardo Sá aponta para um tema que levanta "demasiada poeira para ser discutido" e alerta: "há crianças que estão a ser esquecidas pelo Estado".
Porque Sim Não é Resposta

A Geração Z tem mais problemas mentais?

Um estudo da Visão revela que "47% da geração Z procurou tratamento". O psicólogo Eduardo Sá explica que "não quer dizer que tenham mais problemas" mas "olham para o bem-estar de forma diferente".
Porque Sim Não é Resposta

Relações amorosas. Se pudesse voltava atrás?

O psicólogo Eduardo Sá esclarece que há tendência a questionar escolhas ao longo da vida, fruto "da sabedoria que a vida nos dá" e que nos permite olhar para trás e avaliar atitudes. "É a maturidade".
Porque Sim Não é Resposta

Residência alternada é prejudicial para a criança?

O psicólogo Eduardo Sá revela que "pode ser difícil para a criança", ainda assim, "tem direito a usufruir de ambos os pais". Para salvaguardar o interesse do filho "os pais devem colaborar".
Porque Sim Não é Resposta

Pode processar-se um pai por negligência afetiva?

O psicólogo Eduardo Sá alerta que este processo "pode encaminhar-se para uma solução pior". Ainda assim, um pai tem "a obrigação de sinalizar a negligência" e garantir "que fez tudo pelo filho".
Porque Sim Não é Resposta

Ensino doméstico é uma opção a considerar?

Eduardo Sá comenta os prós e contras do ensino doméstico, a importância do convívio no recreio que "por vezes, é um momento mais importante que muitas aulas" e sublinha que "há coisas que se perdem".
Porque Sim Não é Resposta

A entrada na faculdade. Uma nova fase na vida

O psicólogo Eduardo Sá explica como a faculdade marca o início de uma nova vida para adolescentes e jovens adultos. Um momento que "obriga os jovens a terem mais autonomia e responsabilidade".
Porque Sim Não é Resposta

O que é que leva uma pessoa a trair?

Vaidade, narcisismo ou um "rasgão na autoestima", afinal o que leva uma pessoa a ser infiel? O psicólogo Eduardo Sá olha para os indicadores: "contam que 30 a 60% dos casais já foram infiéis".
Porque Sim Não é Resposta

A pandemia "atrasou" os jovens?

O retrocesso na linguagem por causa das máscaras, o uso excessivo de ecrãs e "as palavras ditas cada vez mais raras". O psicólogo Eduardo Sá alerta para "limitações graves que se criaram nos jovens".
Porque Sim Não é Resposta

Porque é que "fazer phubbing" estraga uma relação?

"A  hostilidade com pó de arroz". O psicólogo Eduardo Sá fala do fenómeno do "desprezo" nas mensagens que está a estragar relações: "há pessoas que são hábeis nas desculpas atrapalhadas".
Porque Sim Não é Resposta

As difíceis relações entre madrastas e enteadas

O psicólogo Eduardo Sá revela que são vários os casos em que as madrastas entram em rivalidade com a filha do parceiro. Esta atitude "pode levar a que os pais se afastem irreparavelmente das filhas".
Porque Sim Não é Resposta

Nascimento do 1.º bebé fecundado após morte do pai

Para o psicólogo Eduardo Sá, esta possibilidade é "algo mágico, quase um papel de Deus" mas alerta para um "território escorregadio", os interesses do bebé. É uma decisão que "deve ser ponderada".
Porque Sim Não é Resposta

Numa relação há quem ama e quem se deixa amar?

O psicólogo Eduardo Sá revela que desde sempre foi assim. Explica que "as borboletas na barriga não são uma lei universal" e que todas as pessoas têm formas diferentes de amar.
Porque Sim Não é Resposta

E quando a madrasta e a mãe não se entendem?

O psicólogo Eduardo Sá revela que "os ressentimentos são difíceis de gerir" mas o interesse da criança deve prevalecer. Sublinha que a madrasta "não deve adotar um papel secundário" na vida da criança
Porque Sim Não é Resposta

E quando o filho assume homossexualidade aos pais?

Não existem manuais para lidar com a revelação e, segundo o psicólogo Eduardo Sá, "muitas vezes os pais são apanhados de surpresa". É "obrigatório" os pais partilharem o que sentem com o filho.
Porque Sim Não é Resposta

A Barbie faz mal às crianças?

À boleia do filme que está a ser um sucesso de bilheteiras, o psicólogo Eduardo Sá comenta a influência da personagem da Barbie, e dos brinquedos no geral, nas crianças.
Porque Sim Não é Resposta

Podemos estar numa relação e pensar noutra pessoa?

O psicólogo Eduardo Sá explica que pode surgir "da falta de namoro em casa" e que as relações podem crescer nestes momentos. Esclarece que "não é uma escolha" e que "todos pecamos em pensamento".
Porque Sim Não é Resposta

Porque é que adolescentes têm sempre mau humor?

O psicólogo Eduardo Sá considera que "os adolescentes de hoje não estão mais estragados" e que, tal como os jovens, também os adultos transgridem regras para sentir controlo da própria vida.
Porque Sim Não é Resposta

Trabalhos de casa nas férias: Sim ou não?

O psicólogo Eduardo Sá compreende que os professores indiquem trabalhos de casa para os alunos fazerem durante das férias. No entanto, mostra-se contra esta prática.
Porque Sim Não é Resposta

Devemos meter música para as crianças adormecerem?

O psicólogo Eduardo Sá considera que "não é assim tão difícil meter um bebé a dormir". Pede cuidado com "lutas à hora da refeição e desenhos animados antes de dormir", para não estimular as crianças.
Porque Sim Não é Resposta

Como é que os jovens falam de amor?

Durante a Jornada Mundial da Juventude, Eduardo Sá comenta a forma como os jovens falam de amor. O psicólogo considera que abordam "as relações amorosas de uma forma demasiado cética". 

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.