As cidades norte-americanas de Nova Iorque e Las Vegas reforçaram quarta-feira a segurança dos seus principais pontos turísticos depois do grupo jihadista Estado Islâmico ter apelado em fóruns da internet aos “lobos solitários” dos Estados Unidos para perpetrarem atentados.

“Esta é a primeira vez que o Estado Islâmico usa este meio para inspirar um ataque com lobos solitários. Estamos bastante preocupados por o Estado Islâmico ter maior capacidade que a Al Qaida para captar militantes através das redes sociais” disse William Bratton, comissário da polícia.

O mesmo responsável explicou que o perigo advém de Nova Iorque “estar apenas a uma viagem de avião” dos militantes do Estado Islâmico treinados na Síria e com passaporte ocidental.

Por outro lado, disse, a ameaça não é que as células do Estado Islâmico possam atacar os Estados Unidos, mas sim a capacidade do grupo jihadista para inspirar a ação de “lobos solitários” no país.

Uma das mensagens que provocou o alerta da polícia de Nova Iorque e de Las Vegas é um guia intitulado “O lobos solitários nos Estados Unidos. Como fabricar uma bomba na tua cozinha, criar cenas de terror em lugares turísticos e outros objetivos”, que surgiu em primeiro lugar no sítio “Vocativ”.

Perante a ameaça, em que era mencionado explicitamente um potencial ataque à icónica Times Square de Nova Iorque, a polícia da cidade reforçou a segurança nas últimas horas, ainda que, garantiu, não tenha informações de que haja um ataque planeado contra a cidade.

Las Vegas é outra das cidades “alvo” que surgem nos comentários dos jihadistas nos fóruns da internet, onde se mostram muito ativos para captarem novos militantes pelo que a polícia local aumentou a vigilância apesar de também não ter sido identificada uma ameaça concreta.