O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, apelou hoje à calma após terem estalado violentos protestos nas ruas de Ferguson contra a decisão de um júri de não acusar um agente que abateu a tiro um adolescente.

“Junto-me aos pais de Michael [Brown] pedindo a todos que protestam contra esta decisão para o fazerem de forma pacífica”, disse Barack Obama, em declarações aos jornalistas.

O procurador do condado de St Louis, Robert McCulloch, anunciou, esta segunda-feira, que um grande júri determinou não existirem fundamentos suficientes para deduzir qualquer acusação contra o agente Darren Wilson, após ter procedido à revisão das provas recolhidas no âmbito do caso do tiroteio, ocorrido a 09 de agosto.

“Também apelo aos aplicadores da lei em Ferguson e na região para que demonstrem cuidado e contenção na hora de lidar com eventuais manifestações pacíficas”, realçou o Presidente norte-americano.