A companhia de seguros Axa Portugal avançou com um despedimento coletivo de 67 pessoas, estando neste momento a decorrer reuniões em vários pontos do país para ser comunicada a decisão da seguradora, disse hoje fonte sindical, ouvida pela agência Lusa.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Atividade Seguradora (STAE), Carlos Marques, a Axa Portugal tomou esta decisão devido ao “encerramento de balcões, supressão de postos de trabalho únicos e uma avaliação de desempenho negativa” de vários trabalhadores.

A agência Lusa tentou obter um comentário da seguradora Axa, mas até ao momento ainda não foi possível.