O financiamento dos bancos portugueses concedido pelo Banco Central Europeu (BCE) aumentou 617 milhões de euros em março, face a fevereiro, para um total de 28,18 mil milhões de euros, segundo os dados do Banco de Portugal.

Depois de ter atingido em fevereiro o valor mais baixo desde abril de 2010, nos 27,6 mil milhões de euros, os números divulgados esta terça-feira pelo supervisor bancário português mostram que em março houve uma subida.

O montante registado em março representa uma redução muito forte face aos mais de 45 mil milhões de euros apurados um ano antes, em março de 2014.

Em abril de 2010, a banca portuguesa tinha uma exposição à cedência de liquidez do BCE de 17,7 mil milhões de euros, um valor que disparou em maio de 2010 para 35,8 mil milhões de euros.

O valor máximo foi atingido junho de 2012, quando os empréstimos chegaram a um valor recorde de 60,5 mil milhões de euros.