“Hookers for Hillary” (“Prostitutas pela Hillary”). Esta é a declaração de apoio das funcionárias do bordel Moonlite BunnyRanch à candidata Hillary Clinton nas próximas eleições presidenciais dos Estados Unidos, conta o Huffington Post. Mais conhecido por apenas Bunny Ranch, o bordel situa-se no estado do Nevada, onde a prostituição é legal.

As trabalhadoras do sexo do Bunny Ranch lançaram uma campanha à qual chamaram “Hookers For Hillary” para apoiar a candidata do Partido Democrata. O dono do bordel, Dennis Hof, afirmou que as funcionárias, conhecidas como “coelhinhas”, irão apoiar Hillary ativamente.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Vão ver coisas loucas. Elas vão aparecer de bikini em comícios” e vão fazer “abanar” alguns assuntos porque só assim é que “se consegue que as pessoas pensem e observem” as várias questões, contou Dennis Hof à publicação Daily Beast segundo o Huffington Post.

“As coelhinhas reconhecem que as economias prósperas são construídas de baixo para cima, de onde a vasta maioria dos seus clientes provêm”, declararam as funcionárias.

O canal inglês HBO já produziu uma série de 11 episódios chamada “Cathouse: The Series”, que retrata a vida das “coelhinhas” do Bunny Ranch.