A Grécia já pagou ao Banco Central Europeu os 3,2 mil milhões de euros de dívida pública cuja data de reembolso terminava esta quinta-feira, avança a agência noticiosa francesa.

Este pagamento diz respeito a dívida que o BCE comprou ao abrigo do Securities Markets Programme (SMP), o programa que criou em 2010, pouco depois de a Grécia pedir o primeiro resgate, para estabilizar os mercados de dívida quando a crise da dívida soberana começou em força.

Ao abrigo deste programa, o BCE comprou dívida no mercado secundário, como se de um investidor normal se tratasse, mas esta dívida não voltava a ser negociada, com a instituição a manter as obrigações no seu balanço até à altura em que o prazo do empréstimo vencia.

A capacidade da Grécia pagar ao BCE estava em dúvida, especialmente depois de falhar o pagamento ao FMI no final de junho, que entretanto já regularizou. Com o dinheiro do terceiro resgate, aprovado esta quarta-feira e do qual já recebeu 13 mil milhões de euros (de um total de 86), Atenas cumpriu de imediato as suas obrigações com o BCE.

Mas nem todo este dinheiro ficará no BCE. A Grécia ainda vai receber uma parte destes 3,4 mil milhões de euros ao abrigo de um acordo com os países da zona euro, que não foi estendido aos restantes países sob resgate.

Os lucros do BCE com a compra de dívida pública são distribuídos aos bancos centrais da zona euro consoante a sua quota no capital da instituição. Os países da zona euro decidiram abdicar destes lucros e transferem-nos todos os anos, desde 2012, para os cofres do Estado grego.

Assim, não só os juros pagos pela Grécia ao BCE são lhe devolvidos, como Atenas ainda recebe a diferença entre o valor do empréstimo que é amortizado e o valor a que o BCE comprou esta dívida no mercado secundário (a desconto, já que os investidores preferiam perder algum dinheiro e vender a dívida mais barata do que arriscarem-se a perder tudo).

No final, o BCE não tem qualquer lucro com a dívida pública grega que comprou e a Grécia acaba, na prática, por pagar menos do que recebeu emprestado e sem juros.