Donald Trump continua na frente das intenções de voto na corrida para as primárias do partido republicano nos Estados Unidos da América. O multimilionário surge com 25 por cento das intenções de voto na mais recente sondagem conjunta do canal televisivo norte-amenricano NBC News e do jornal Wall Street Journal, que inquiriu 400 eleitores republicanos.

Em setembro, Trump recolhia 21 por cento das intenções de voto. O candidato tem vindo a subir dentro do partido – este é o resultado mais alto desde que entrou na corrida pela nomeação para as presidenciais norte-americanas de 2016. E estes resultados colocam-no numa posição muito favorável junto dos norte-americanos e em relação aos outros candidatos, não obstante as polémicas da sua campanha.

O neurocirurgião Ben Carson obteve o segundo lugar nas intenções de voto dos eleitores republicanos, com 22 por cento. Marco Rubio, senador da Flórida surge em terceiro lugar com 13 por cento; Ted Cruz, senador do Texas em quarto, com 9 por cento e Jeb Bush, antigo senador da Flórida e irmão de George W. Bush, com 8 por cento. Já Carly Fiorina, ex-presidente da Hewlett-Packard, que numa sondagem de setembro realizada pela CNN/ORC aparecia na segunda posição nas preferências dos republicanos, caiu agora para o sexto lugar, com 7 por cento das intenções de voto.

Nos últimos lugares das preferências dos eleitores republicanos estão Mike Huckabee, antigo governador do Arkansas e John Kasich, antigo governador do Ohio, ambos com 3 por cento; o senador do Kentucky, Rand Paul com 2 por cento e Chris Christie, o governador de Nova Jérsia, com 1 por cento.