Lady Gaga e o Príncipe William protagonizaram a mais recente iniciativa da Heads Together. A cantora e o Duque de Cambridge falaram sobre saúde mental numa chamada de vídeo. O momento foi partilhado nas redes sociais da família real britânica e está a tornar-se viral.

“É muito importante acabar com o medo e com o tabu que só vai levar a mais problemas. Está na hora de se falar e sentir-se à vontade com doenças mentais porque são a mesma coisa que as doenças físicas. Não deveria haver vergonha e ter uma conversa com amigos e familiares pode fazer a diferença”, alerta o Príncipe William na conversa com Lady Gaga.

O Duque de Cambridge revela ter lido a carta aberta escrita por Gaga na qual divulgou, em dezembro do ano passado, ter sofrido stress pós traumático ao longo de cinco anos. A cantora alertou para a “vergonha associada às doenças mentais” e ambos concordaram na necessidade de se falar sobre o assunto.

Lady Gaga and Prince William

Today, The Royal Family's Facebook page hosted the World Premiere of a new film of Lady Gaga and Prince William in conversation over FaceTime from their respective homes in London and LA.They discussed the powerful films that have been released showing people from all walks of life discussing their mental health challenges under the #oktosay banner. Lady Gaga praised them for the 'beautiful stories' they told.Last year Lady Gaga released an open letter through her Born This Way Foundation revealing that she lives with Post Traumatic Stress Disorder. The Duke was hugely impressed with the openness displayed in the letter and asked Lady Gaga to get involved with the Heads Together campaign.

Posted by Heads Together on Tuesday, April 18, 2017

O vídeo faz parte da série #oktosay da Heads Together, uma campanha levada a cabo pelos Duques de Cambridge, pelo Príncipe Harry e oito instituições de caridade, que procura apelar à importância de se falar sobre saúde mental.

No dia anterior à publicação deste vídeo, o Princípe Harry revelou numa entrevista ao The Times que, depois da morte da mãe, teve de recorrer a acompanhamento e apoio psicológico por estar à beira de um colapso.

Príncipe Harry revela que procurou apoio psicológico para superar a morte da mãe