Jovens

Ministro da Educação leva “A Voz dos Alunos” à OCDE

O ministro da Educação apresenta na terça-feira em Lisboa a iniciativa "A Voz dos Alunos", destinada a ouvir a opinião dos jovens sobre a escola, os currículos, os professores e o que os motiva.

Tratou-se de uma iniciativa "inédita em Portugal" e que a OCDE acolheu, estando empenhada na sua divulgação pelas escolas de todos os estados-membros do projeto "Educação 2030"

LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O ministro da Educação apresenta na terça-feira em Lisboa a iniciativa “A Voz dos Alunos”, destinada a ouvir a opinião dos jovens sobre a escola, os currículos, os professores e o que mais os motiva nas aulas.

Tiago Brandão Rodrigues leva a iniciativa portuguesa a um encontro promovido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que reúne na capital portuguesa centenas de professores, alunos, peritos, decisores políticos e representantes das redes de escolas de cerca de 30 países.

Segundo informação disponibilizada pelo Ministério da Educação, o ministro abre a sessão com o “lançamento internacional da iniciativa”, juntamente com dois alunos do ensino secundário, na reitoria da Universidade Nova de Lisboa.

Durante a manhã, cerca de 30 alunos de vários países vão refletir “numa sessão dinâmica e interativa” sobre a escola, métodos de ensino e avaliação, entre outras questões.

Esta sessão precede a abertura dos trabalhos do projeto “Educação 2030″ da OCDE, que depois da China acontece em Lisboa e junta na capital portuguesa centenas de peritos, decisores políticos e representantes de escolas de todo o mundo”, anunciou o Ministério em comunicado.

Os trabalhos deste fórum, que vai na quinta edição, terminam na quinta-feira e começam com um seminário inspirado na experiência portuguesa “A Voz dos Alunos”.

De acordo com o Ministério, pela primeira vez num encontro internacional da OCDE haverá “estudantes integrados nas delegações a participarem na discussão” sobre a visão que têm para a escola do futuro. Andreas Schleicher, responsável pela área da Educação da OCDE, acompanha os trabalhos.

Pretende-se que o seminário resulte no lançamento de um movimento internacional de auscultação dos alunos, “construído a partir da experiência portuguesa”.

Que escola querem, o que pensam dos currículos, o que esperam dos professores e o que mais os motiva dentro da sala de aula, foram as perguntas a que os jovens portugueses responderam e que, segundo o Ministério, foram tidas em conta na definição do Perfil do Aluno para o Século XXI, que se encontra em fase de conclusão.

“A Voz dos Alunos” foi lançada em novembro durante uma conferência em Leiria. De acordo com o Ministério, as 32 páginas de sugestões feitas pelos alunos para melhorar o currículo constituem “material de trabalho para a tutela”.

Tratou-se de uma iniciativa “inédita em Portugal” e que a OCDE acolheu, estando empenhada na sua divulgação pelas escolas de todos os estados-membros do projeto “Educação 2030”, sublinha o Ministério.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Jovens

Nos desculpem, queridos millennials /premium

Ruth Manus
1.332

Millennials, nos desculpem. Tem uma parcela de culpa de todo mundo nisso. Dos pais, da escola, do mercado de trabalho, da indústria, das redes sociais. E, sim, temos coisas a aprender com vocês.  

Abusos na Igreja

O Observador e os abusos na Igreja

Miguel Pinheiro

Como foi feito e por que foi feito o trabalho especial do Observador sobre abusos sexuais na Igreja portuguesa? Quais são as dúvidas e críticas dos leitores? E quais são as nossas respostas?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)