441kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Mapa interativo. Os locais chave dos ataques na Catalunha

Este artigo tem mais de 4 anos

O ataque terrorista de Barcelona acabou mais tarde por ultrapassar os limites de Las Ramblas -- onde aconteceu -- para outros locais que estão relacionados ao atentado inicial.

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Barcelona foi o palco principal do mais recente atentado terrorista mas não foi o único. Vários locais da comunidade autónoma da Catalunha foram palcos secundários de acontecimentos relacionados com o primeiro ataque.

Por volta das 16h00 de quinta-feira, 15 pessoas morreram na sequência de um atropelamento em Las Ramblas — uma das artérias mais movimentadas de Barcelona. A 70 quilómetros da capital da Catalunha, uma segunda carrinha relacionada com o ataque foi encontrada em Vic. Em Ripoll, Driss Oukabir o primeiro suspeito, a quem o irmão terá roubado os documento, foi detido. O irmão, Moussa Oukabir, terá sido o autor do atentado mas usou o identidade de Driss Oukabir para alugar a carrinha e realizar o atentado.

Mais tarde, a polícia da Catalunha informou que uma explosão por acumulação de gás em Alcanar, a cerca de 200 quilómetros a sul de Barcelona, que tinha acontecido no dia anterior, estaria relacionada com o ataque em Las Ramblas.

Há um terceiro lugar, Cambrils, onde nove horas depois do atentado terrorista em Barcelona, a polícia conseguiu impedir outro. Cinco terroristas tentaram atropelar pessoas que se encontravam no Passeio Marítimo de Cambrils, a pouco mais de 100 quilómetros a sul de Barcelona.

Quatro dias depois, na segunda-feira, a polícia da Catalunha levou a cabo uma operação policial em Subirats, a cerca de 50 quilómetros de Barcelona. Um suspeito terá sido abatido precisamente nesta bomba de gasolina.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.