Terrorismo

Estados Unidos capturaram suspeito de estar envolvido no ataque a embaixada na Líbia

As forças especiais dos Estados Unidos capturaram um homem que foi "peça fundamental" nos ataques à embaixada norte-americana, na Líbia, em 2012, e que causaram a morte do embaixador.

Ana Freitas/LUSA

Os forças especiais dos Estados Unidos capturaram um homem que foi “peça fundamental” nos ataques à embaixada norte-americana em Benghazi, na Líbia, em 2012, que causaram a morte do embaixador, anunciaram esta segunda-feira fontes oficiais. O ataque causou a morte do embaixador Chris Stevens e de três outros norte-americanos.

A operação na Líbia decorreu na noite de domingo, com o homem capturado a ser agora transportado para os Estados Unidos, sob custódia do Departamento de Justiça norte-americano. Segundo fontes oficiais, que não identificaram o detido, a missão na Líbia foi aprovada pelo Presidente Donald Trump e foi efetuada em coordenação com o Governo da Líbia reconhecido a nível internacional.

Em setembro de 2012, um ataque matou o embaixador norte-americano na Líbia, Chris Stevens, para além do oficial do Departamento de Informação, Sean Patrick, e dos seguranças Tyrone Woods e Glen Doherty.

No início deste mês, um outro homem acusado do ataque, Abu Khattala, foi a julgamento num tribunal federal em Washington e declarou-se inocente das 18 acusações contra si, que incluem assassinato de pessoa protegida a nível internacional, fornecer material a terroristas e destruir propriedade norte-americana, causando mortes.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Terrorismo

Rebeldes, separatistas e equívocos

Diogo Noivo

Para precaver reincidências, importa chamar as coisas pelos nomes. No referente à ETA, as palavras “rebeldes” e “separatistas” são equívocos que devem ser evitados, pois foi uma organização terrorista

União Europeia

As eleições deviam ser uma maçada

Henrique Burnay

China, Estados Unidos, Rússia, energia, clima, banca, defesa, plataformas digitais e empregos do futuro. Pela discussão que aí vai não se nota, mas as europeias são sobre tudo isto e muito mais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)